ongrace.com

> Carta Viva

22/05/2012 - O Senhor Jesus é a resposta

Sujeito a todo tipo de sofrimento desde a queda de Adão, o homem clama ao Criador, pedindo a solução para seus infortúnios. O Senhor Jesus veio como a Resposta de Deus ao homem, livrando-o de seus males. A solução está em conhecê-lo e crer na obra que Ele fez em nosso favor.

O ato deliberado de Adão, desrespeitando a Palavra de Deus, nunca deveria ter sido cometido. Resultado: todos nós sofremos as conseqüências. A partir de então, o homem começou a pedir ajuda aos céus, e o Senhor Deus passou a responder à medida que os pedidos eram feitos. No entanto, uma solução definitiva era necessária para que o ser humano ficasse livre da escravidão do maligno de uma vez por todas.

No Salmo 143, vemos como Davi orou, representando todo o clamor da raça humana:
• Ó SENHOR, ouve a minha oração! Inclina os ouvidos às minhas súplicas; escuta-me (v.la).
• Não entres em juízo com o teu servo (v. 2a).
• Ouve-me depressa ó SENHOR! O meu espírito desfalece; não escondas de mim a tua face (v. 7a).
• Faze-me ouvir a tua benignidade [...] Faze-me saber o caminho que devo seguir (v. 8a).
• Livra-me (v. 9a).
• Ensina-me a fazer a tua vontade [...] Guie-me o teu bom Espírito por terra plana (v.10).
• Vivifica-me, ó Senhor, por amor do teu nome [...] Tira a minha alma da angústia (v.11).
• E, por tua misericórdia, desarraiga os meus inimigos e destrói a todos os que angustiam a minha alma, pois sou teu servo (v. 12).

A resposta de Deus – O Senhor Deus enviou o Seu Filho unigênito em resposta ao clamor universal do homem, aos pedidos que este fazia ou faria algum dia. O Senhor Jesus veio como homem, tornando-Se igual a nós para tomar o nosso lugar. Ele morreu em nosso favor pata tirar-nos do domínio de Satanás e transportar-nos para o Reino de Deus. Entretanto, essa obra não seria algo mágico, a qual aconteceria em um estalar de dedos.

Para que fôssemos libertos de todo envolvimento maligno, seria preciso que nos fossem transmitidas todas as informações a respeito do reino de Deus e do que precisamos fazer para livrar-nos das ações do inimigo: E, depois que João foi entregue à prisão, veio Jesus para a Galiléia, pregando o evangelho [as Boas Notícias] do Reino de Deus e dizendo: O tempo está cumprido [findou o tempo da autoridade do diabo sobre o homem], e o Reino de Deus está próximo [está à mão, ao alcance do homem]. Arrependei-vos [mudem a maneira de pensar e agir] e crede no evangelho [acreditem nas Boas Novas] (Mc 1.14,15). De posse desses ensinamentos, o homem pode desempenhar o importante papel que possui no ato da salvação. Cabe a nós tomar a decisão e determinar de que modo viveremos.

O que aprenderam os apóstolos – Durante pouco mais de três anos, um grupo de pessoas, chamadas pessoalmente pelo Senhor Jesus e conhecidas como Seus discípulos ou apóstolos, conviveu com o Mestre. Dia e noite, eles andavam ao Seu lado, vendo o Senhor ministrar o poder de Deus.

Por meio dos quatro Evangelhos, somos informados de que a primeira parte do ministério do Senhor Jesus foi ocupada com a ministração da Palavra de Deus; a segunda, com a pregação da Palavra, e a terceira, com o uso do poder de Deus. Assim, a obra era feita pelo nosso Salvador. Os apóstolos aprenderam que todos os ensinamentos do Senhor Jesus consistiam em aplicar as Escrituras a Ele mesmo: Ele era a Resposta de Deus. O senhor dizia: Examinais as Escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de mim testificam (Jô 5.39).

Após a morte e ressurreição do Senhor Jesus, Seus discípulos, obedecendo às Suas determinações, partiram para ensinar o que haviam aprendido a todas as pessoas. Como o sucesso que obtinham incomodava os sacerdotes judaicos, os discípulos e muitos cristãos foram presos, açoitados e proibidos de ensinar a respeito do Nome do Senhor Jesus, o qual fazia tantos milagres pelas mãos dos apóstolos, da mesma forma que Ele realizara. A despeito de todos os sentimentos que padeceram, os discípulos saíram felizes por terem sido julgados, dignos de sofrerem afrontas pelo Nome do Senhor (At 5.41) e continuaram a transmitir o que de mais precioso haviam visto nos ensinamentos do Mestre (At 5.42).

O Senhor Jesus é a Resposta de Deus aos problemas do homem, por isso, os apóstolos ensinavam e anunciavam Jesus Cristo. Por que o discurso deles não se tornava repetitivo e, com o passar dos dias, enjoado? Porque eles não repetiam as mesmas coisas, mas provavam, pelas Escrituras, que todas as promessas e declarações feitas em todo o Antigo Testamento apontavam para um só ponto: o Senhor Jesus. Ele era a Resposta de Deus a todas as necessidades do homem. Essa é a mensagem que foi perdida no decorrer dos séculos e substituída por uma infinidade de doutrinas religiosas que, juntas, não valem um centavo. Que a Igreja do Senhor acorde e volte a ensinar e a pregar o Senhor Jesus Cristo, Resposta de Deus para todos os nossos males.

A pregação de Paulo – O erudito judeu, outrora fariseu, perseguidor do Nome de Jesus, que se converteu em um encontro monumental com o nosso Salvador na Estrada de Damasco, tinha uma mensagem idêntica à dos outros apóstolos: E eu, irmãos, quando fui ter convosco, anunciando-vos o testemunho de Deus, não fui com sublimidade de palavras ou de sabedoria. Porque nada me propus saber entre vós, senão a Jesus Cristo e este crucificado. E eu estive convosco em fraqueza, e em temor. A minha palavra e a minha pregação não consistiram em palavras persuasivas de sabedoria humana, mas em demonstração do Espírito e de poder, para que a vossa fé não se apoiasse em sabedoria dos homens, mas no poder de Deus (1 Co 2.1-5).

Esse tipo de ministério sacudirá o mundo atual. Por que trocaram a Verdade de Deus pela falácia da sabedoria humana? Pó que decidiram aprender a estratégia dos filósofos e dos demais peritos nas ciências de comunicação e desprezaram a unção que envolveu os profetas e os apóstolos do Senhor? Por que teorizar, se temos a Resposta de Deus às suplicas do homem?

O que faremos? – É hora de voltarmos a praticar a plena vontade do senhor Deus, ou teremos sérios problemas no Grande Dia. Estas foram as últimas palavras do Senhor, a Sua última vontade e o Seu último mandamento: E, chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É-me dado todo o poder no céu e na terra. Portanto, ide, ensinai todas as nações, batizando-as em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-as a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até à consumação dos séculos. Amém! (Mt 28.18-20)

A solução para todos os nossos males e os de toda a humanidade está em conhecer ao Senhor Jesus e crer no que Ele nos ensinou e ordenou.

> Missionário Responde

Fui obreira de outra denominação, mas, sempre que orava por alguém, sentia que todo peso, todo mal que estava sobre a pessoa passava para mim. Como se explica...

Muitas vezes, os obreiros ainda não aprenderam o suficiente e, quando vão abençoar uma pessoa, o inimigo consegue enganá-los. Por isso, eles deixam de realizar a obra de...

»VEJA MAIS

> Pedido de oração

Pedido de oração

Produtos que abençoam vidas!

Busca de produtos
Ongrace.com • O site do povo de Deus.