ongrace.com

> Carta Viva

22/05/2012 - O Senhor o ouviu

“Clamou este pobre, e o Senhor o ouviu; e o salvou de todas as suas angústias” (Salmo 34.6).

Ser ouvido pelo Senhor é certeza de vitória. Sempre que a Bíblia fala que Deus ouviu alguém, isso significa que essa pessoa teve seu pedido atendido. No caso do salmista, o Senhor o livrou de todos os seus temores.

É preciso clamar – Um fiel filho Deus pode estar cheio de problemas e passar por todo tipo de sofrimento. Se ele, contudo, diz que confia no Senhor, mas não clama pela misericórdia divina e não reivindica o que lhe pertence na Palavra, o poder de Deus nada pode fazer por ele. O Senhor Jesus, na parábola do juiz iníquo, ensinou-nos a importância de clamar constantemente, sem jamais esmorecer: E contou-lhe também uma parábola sobre o dever de orar sempre e nunca desfalecer (Lc 18.1). Diante de qualquer opressão, o melhor a fazer é entrar na presença do Senhor e pleitear o nosso direito, pois, do contrário, o inimigo irá oprimir-nos cada vez mais até que agüentemos: Enquanto eu me calei, envelheceram os meus ossos pelo meu bramido em todo o dia (Sl 32.3). A posição de todo aquele que crê no Senhor Jesus deve ser a seguinte: a qualquer sinal do inimigo, deve orar imediatamente ao Senhor: Pelo que todo aquele que é santo orará a ti, a tempo de poder achar; até no transbordar de muitas águas, estas a ele não chegarão (Sl 32.6). Logo a seguir, ele deve expulsar o diabo em o Nome do Senhor Jesus e cuidar para não lhe dar lugar.

O nosso Deus se compromete a responder a todo aquele que clama a Ele. Foi Ele quem nos convidou a clamar, garantido-nos que nos responderá: Clama a mim, e responder-te-ei e anunciar-te-ei coisas grandes e firmes, que não sabes (Jr 33.3). Se você clamar e Ele não responder, não caia na tentação de achar que Ele falhou em socorrê-lo. Isso jamais ocorre.

A falta de resposta de Deus é sinal que alguma coisa nos está atrapalhando. O que pode ser? Tiago, dirigido pelo Espírito Santo, revela-nos porque não somos atendidos: Cobiçais e nada tendes; sois invejosos e cobiçosos e não podeis alcançar; combateis e guerreais e nada tendes, porque não pedis. Pedis e não recebeis, porque pedis mal, para gastardes em vossos deleites (Tg 4.2,3). A grande verdade é a seguinte: se não for para ter resposta, não há razão para clamar.

Este pobre clamou – Uma das características que marcam os filhos de Deus é humildade. Enquanto alguém se achar muito importante, indispensável na obra do Senhor, não irá muito longe, nem será atendido. Estar cheio de si significa estar vazio de Deus.

O Senhor Jesus contou que dois homens foram orar: O fariseu, estando em pé, orava consigo desta maneira: Ó Deus, graças te dou, porque não sou como os demais homens, roubadores, injustos e adúlteros; nem ainda como este publicano. Jejuo duas vezes na semana e dou os dízimos de tudo quanto possuo (Lc 18.11.18). Tratava-se de um religioso que muito se gabava de estar fazendo a vontade de Deus. De fato, em alguns aspectos, ele era bem melhor do que muitos de nós. Já o outro era bem diferente: O publicano, porém, estando em pé, de longe, nem ainda queria levantar os olhos ao céu, mas batia no peito, dizendo: Ó Deus, tem misericórdia de mim pecador! (Lc 18.13). Veja a quem o Senhor abençoou: Digo-vos que este desceu justificado para sua casa, e não aquele; porque qualquer que a si mesmo se exalta será humilhado, e qualquer que a si humilha será exaltado (Lc 18.14). Davi se humilhou tanto que chegou a ser considerado um pobre. Esta é uma das características necessárias às pessoas que desejam ser ouvidas pelo Senhor.

O Senhor o ouviu – è disso que precisamos: que o Senhor nos ouça. Quando alguém consegue que os ouvidos de Deus sejam abertos ao seu clamor, essa pessoa pode se considerar atendida. Quando e para os ouvidos de Deus são abertos? Todos nós temos o mesmo acesso a Deus, desde que o façamos conforme nos ensina a Santa Escritura – usando o Nome do Salvador Senhor Jesus. Ninguém poderá usar o Nome do Salvador para algo que Ele não usaria pessoalmente. Usar o nome de alguém é agir como procurador daquela pessoa, e seria prevaricação usar o poder do procurador para algo contrário À vontade de quem nos deu a procuração. Os ouvidos de Deus estarão abertos para nossa oração, quando agirmos de acordo com as normas estabelecidas no Livro Santo. Sem estar baseado na Palavra do Senhor jamais seremos atendidos.

As Escrituras nos incentivam a agir do mesmo modo que agi o Senhor, fazendo a vontade do Pai. Quem assim procede terá as mesmas respostas obtidas pelo nosso Salvador quando de Sua caminhada aqui na Terra, e Ele afirmou que a razão de ser ouvido pelo Pai era porque só agia com consonância com o mandamento do Pai: Porque eu não tenho falado de mim mesmo, mas o Pai, que me enviou, ele me deu mandamento sobre o que hei de dizer o que hei de falar (Jo 12.49).

Todo aquele que pratica a Palavra de Deus sem reservas, sem esconder qualquer pecado, será igualmente ouvido pelo Pai. O próprio Davi disse que o Senhor o ouviria, desde que Ele não ocultasse nada em seu intimo: Se eu atender a iniqüidade no meu coração, o Senhor não me ouvirá (S1 66.18). A pessoa que deseja ter os ouvidos de Deus abertos à sua oração tem de estar com o coração limpo.

Livrou-me de todos os meus temores – Que recompensa espera a todos que confiam ao Senhor. Nenhuma de suas orações ficará sem resposta. Não importa onde e quando a pessoa esteja vivendo; o Senhor estará com ela para cumprir o que os Seus lábios declararem: E eis aqui, eu vou, hoje, pelo caminho de toda a terra; e vós bem sabeis, com todo o vosso coração e com toda vossa alma que nem uma só palavra que falou de vós o Senhor, vosso Deus, todos vós sobrevieram, nem delas caiu uma só palavra (Js 23.14). O Senhor Deus quer que todos aqueles que são dEle digam o mesmo no final de seu viver.

O Espírito Santo sempre dá as ferramentas para todo aquele que decide ser vencedor. Quando Ele mandou que Davi escrevesse o versículo que dá o título a esse artigo, queria que todos os Seus filhos soubessem que esse é método de Ele tratar com os que pertencem à Sua família. O que Ele fez por Davi é o que deseja fazer por todos aqueles que O assumiram como Senhor e Pai e, desse modo, fazem sua vontade.

Ele nos livrará – Quando uma pessoa se entrega ao Senhor Jesus, ela passa verdadeiramente a fazer parte da família divina. Obedecendo a Cristo e cumprindo o que a Palavra fala a seu respeito, ela está apta a viver em total vitória. O Senhor Deus não entra em sua vida para condená-lo, tampouco para diminuí-lo, Ele quer morar em seu coração para trazer-lhe vida, e vida co abundância. Deus quer que você se realize completamente, vindo mais tarde a confessar que Ele também o ouviu e o livrou de todos os seus temores.

Produtos que abençoam vidas!

Busca de produtos
Ongrace.com • O site do povo de Deus.