ongrace.com

> Carta Viva

22/05/2012 - O seu sucesso é inevitável

“Tudo é vosso” (1 Co 3.21b).

É falta de informação o que faz com que pessoas permitam o sofrimento em suas vidas. Na verdade, por detrás de tudo de ruim que acontece há uma atividade espiritual negativa que oprime milhões de pessoas em todo o mundo. Nesse estudo, desmascararemos essa força maligna para que você expulse de sua vida, tornando seu sucesso inevitável. Na década de 70, a história de uma mulher que havia morrido de fome chocou os Estados Unidos. Ela pesava menos 25 Kg; pedia esmolas de porta em porta até que morreu de inanição em um asilo. Descobriu-se, posteriormente, que possuía uma fortuna – mais de um milhão de dólares em bens.Com o dinheiro, poderia ter comprado o melhor restaurante da cidade, mas, no entanto, morreu de fome.

Por analogia, sabemos que existem milhões de pessoas que, embora tenham aceitado Cristo e sejam co-herdeiras com Ele, vivem exatamente como aquela norte – americana; sofrem por pobreza espiritual, física e moral, apesar do Senhor Jesus tê-los feito ricos: porque já sabeis a graça de nosso Senhor Jesus Cristo, que, sendo rico, por amor de vós se fez pobre, para que pela sua pobreza, enriquecêsseis (2 Co 8.9).

Um paradoxo – Milhões de cristãos em todo o mundo passam por necessidade financeira. O que falta a eles? São filhos de segunda classe? Não! Deus não tem desse tipo de filho. A Bíblia declara que todos os que aceitam o Senhor Jesus Cristo como Salvador recebem o poder de se tornarem filhos de Deus (Jo 1.12). Compete a eles usar esse poder para se transformar até que reflitam o semblante de um filho de Deus. Já o são, mas, paradoxalmente, vivem como filhos do diabo. Quando a Bíblia nos informa sobre algo que nos pertence, devemos tomar posse da benção imediatamente, e começar a reivindica-la em Nome de Jesus. Ele nos fez ricos, diz a Palavra: então, temos tudo de que precisamos ou venhamos a precisar. Porém, pouquíssimos cristãos desfrutam dessas riquezas. Eles poderiam gozar a vida abundante se tão-somente cressem no que a Escritura afirma.
A Bíblia declara: tudo é vosso (1 Co 3.21 b). Seja você quem for, abra a porta do “cofre celestial”- a oração e fé em Nome do Senhor Jesus – e passe a desfrutar de todas as riquezas que lhe pertencem

Quem era o verdadeiro pródigo – Em Lucas 15.11-24 Jesus conta a parábola do filho pródigo. O relato é claro: aquele filho mais novo era rebelde, um desperdiçador. Resolveu um dia, contudo, procurar ajuda em quem o amava de fato: o pai. Muitos cristãos precisam voltar imediatamente à comunhão com Pai, porque enquanto estiverem “tomando conta dos porcos”, nem mesmo a comida deles os satisfará. As riquezas do Senhor estão disponíveis, mas, no entanto, eles estão desperdiçando.

No início da parábola, lemos que o pai dividiu a fazenda entre seus filhos. Da mesma forma, nossa parte está com Deus, mas, quando precisamos, basta que peçamos a Ele. O texto mostra ainda que o segundo filho era um murmurador (Lc 15.25-30), ou seja, ele era o verdadeiro filho pródigo. Se ele não tinha suas necessidades supridas, era porque não as declarava. Não Seja um desperdiçador de bênçãos. Basta pedir que Deus fará a obra: E tudo quanto pedirdes em meu nome, eu o farei, para que o Pai seja glorificado no filho (Jo 14.13).

Você pode morrer na miséria – Mesmo sendo de Deus, uma pessoa pode viver e morrer na miséria espiritual. Se você não for ousado, não “abrir a porta do cofre celestial”, retirando de lá tudo de que necessita, poderá morrer em uma condição de miséria total. Podemos afirmar que, quem não assume o que é seu em Cristo, vive em penúria espiritual. Falta-lhe prosperidade, realização na vida, saúde, amor, alegria, paz, paciência, bondade, benignidade, fé mansidão, domínio próprio, etc. Contudo, quem toma posse do que é seu, goza a vida abundante, não tendo nem mesmo problemas de consciência. Para desfrutar de todas as bênçãos que Ele conquistou, não precisamos ser religiosos; apenas devemos ser praticantes da Palavra.

O filho pródigo caiu em si. Ele tomou a iniciativa, desejou e disse para si mesmo que se levantaria e iria ter com seu pai; ele não ficou lá parado, chorando as mágoas. Aquela norte-americana não usufruiu de suas riquezas; morreu de fome. Ela era a única pessoa que podia fazer alguma coisa por si mesma. Você também é o único que pode se ajudar. O que vai fazer? Viverá do jeito que tem vivido, ou tomará posição de vencedor?

Um fato lamentável – Alguns filhos de Deus ainda não desfrutam das riquezas dEle, porque trazem ainda consigo a consciência pecaminosa, achando que não merecem nada. De certa forma, muitos pregadores confundem mais do ajudam quando tratam a respeito dos merecimentos dos filhos de Deus. De fato, não temos em nós nenhum mérito, isto é, nada há em nós que nos faça credores do Senhor.Contudo, tudo que alcançamos (ou deveríamos alcançar nEle) nos foi outorgado por Jesus, o qual conquistou todas as bênçãos em Sua vitória na cruz; portanto, os méritos são todos dEle. Ora, temos direito a tudo que Cristo comprou, pois Sua obra na cruz foi feita para nós, e não em favor dEle mesmo ou do Pai. Enquanto alguém carregar culpa, não terá coragem e fé suficientes para chegar diante de Deus, tampouco tomará posse do lhe pertence.

Que fique bem claro: Portanto nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o espírito (Rm 8.1). Tenha certeza de uma coisa: não é o seu espírito que lhe traz lembranças pecaminosas, pois ele foi recriado em Cristo Jesus e, portanto, é puro e livre. Também não é o Senhor Jesus, pois Ele já perdoou.

Quem lhe lembra essas coisas horríveis é o diabo, pois deseja afasta-lo de Deus. Se o diabo insiste em lhe trazer lembranças do passado, firme-se na Palavra de Deus e diga ao diabo: “Você não pode espalhar boatos a meu respeito. Sou nova criatura, e, como tal, não lhe devo nada. Em Nome de Jesus, eu amarro toda a sua ação. Comigo você não consegue mais nada”. Meu prezado leitor, desfrute da vida abundante que o Senhor Jesus lhe oferece, sabendo que nada, absolutamente nada, tem condições de afastá-lo da comunhão com o Pai (Rm 8.35-39). Você foi destinado a ser bem sucedido; seu sucesso é inevitável. Não dê ao diabo qualquer chance de oprimí-lo ou fazê-lo ou viver derrotado, enfermo, triste e sem ânimo para viver.

Se você ainda não aceitou o Senhor Jesus como seu Salvador e Senhor, faça isso nesse momento. Se o fizer, Ele lhe perdoará todos os pecados, lhe dará uma nova vida e fará de você uma benção. Não se esqueça de procurar uma igreja evangélica na qual você possa aprender mais sobre a vontade de Deus para sua vida. Que os seus lábios sejam sempre usados para glorificação do Senhor Deus, é a minha oração.

Produtos que abençoam vidas!

Busca de produtos
Ongrace.com • O site do povo de Deus.