ongrace.com

> Mensagem de Hoje

04/08/2019 - A ESTRANHA DECISÃO DE UM HERÓI

  • Envie por Email
  • Imprimir
Disse, porém, Davi no seu coração: Ora, ainda algum dia perecerei pela mão de Saul; não há coisa melhor para mim do que escapar apressadamente para a terra dos filisteus; para que Saul perca a esperança de mim e cesse de me buscar por todos os termos de Israel; e assim escaparei da sua mão. 1 Samuel 27.1


Começaremos um estudo de dez lições sobre a ida de Davi a Aquis, rei filisteu. O grande herói de Israel, em uma atitude tomada sem que nenhum dos 600 homens que sempre o seguiam soubesse, decidiu escapar para a terra dos filisteus. Foi um momento de fraqueza, ou uma estratégia que lhe poupou a vida? Saberemos a resposta na eternidade, mas, para quem confiava no Senhor, foi correta.

Davi se deixou levar pela contínua perseguição de Saul, o qual andava dia e noite no seu encalço com três mil homens. Afinal, ele era caçado como o inimigo número um do reino de Saul. Ora, durante todo o tempo em que esse rei o procurava, Deus deu a Davi abrigo e segurança. Então, por que resolveu entrar na terra dos eternos inimigos de Israel? Certa ou não, ele tomou a decisão após ter orado e confiado no Altíssimo?

Parece que a escolha foi apenas de Davi, porque o texto bíblico relata que ele falou em seu coração. No entanto, poderia ter buscado o Onipotente em oração e pedido orientação, como sempre fazia antes das batalhas. Podemos examinar sua atitude sem condená-lo, para não sermos achados julgando o servo do Senhor. É bom lembrar que Jesus mandou os perseguidos em uma cidade fugirem para outra (Mt 10.23).

Aqueles dias foram difíceis para o filho de Jessé. Saul tinha como propósito matá-lo; por isso, para escapar com vida, Davi ia de um lugar a outro, acompanhado de 600 homens e suas famílias. Além de mantê-los vivos, bem como produzir meios para sua subsistência, precisava se mudar constantemente, a fim de não ser descoberto, o que significaria sua morte. Ele era um milagre diário de Deus!

O fato de Davi se retirar de Israel e procurar refúgio em terras filisteias é interpretado por alguns como demonstração de depressão. Como alguém que tinha o Senhor como seu Pastor – e, por isso, nada lhe faltava – chegou a esse estado de espírito? Isso prova que ele era igual a qualquer pessoa. Creio que o Altíssimo tinha um plano para Seu servo cumprir na terra dos filisteus, por isso o enviou a Aquis. Deus sabe o que faz.

O cristão que não se mantiver na presença divina verá as ameaças contra a sua vida de modo diferente que vê o Senhor. Não podemos deixar de estar aos pés do Salvador, buscando Sua vontade e usufruindo da misericórdia de Quem diz que nenhum mal nos sucederá, nem praga alguma chegará à nossa tenda (Sl 91.10). Verifique se as coisas do mundo o têm abalado, fazendo-o proceder de modo errado. Vigiar e orar são o segredo!

Quando se está bem com Deus, não há Saul que nos encontre e realize seu desejo de nos destruir, porque o Senhor nos guarda do mal. Porém, é imprescindível obedecer ao Pai celestial!

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Nosso Orientador e Deus! Sem julgar Davi pela decisão de ir até Aquis, pedimos a Ti que nos instruas no que devemos fazer para nos livrar do inimigo. Precisamos estar onde Tu ordenas.

Desejamos falar Contigo, e não ao nosso coração. Dessa maneira, jamais agiremos conforme achamos ser certo. Se Tu não estiveres ao nosso lado, preferimos esperar em Ti a sermos apressados em nossos passos. Piedade!

O melhor para nós é cumprir as Tuas determinações. Os nossos sonhos devem estar debaixo da Tua direção, para que se cumpram integralmente aquilo que tens para nós. Ajuda-nos a Te servir de verdade!

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

Missionário, gostaria de saber qual o seu entendimento sobre a pssagem de Romanos: Capitulo 4. versiculos 4 a 6. Obrigado por sua...

O texto trata da doutrina da Justificação pela Fé. Somos salvos da condenação do inferno, não por nossas boas obras ou por nossos atos de justiça, até porque estes,...

»VEJA MAIS