ongrace.com

> Mensagem de Hoje

15/04/2019 - AMANDO E REVERENCIANDO O SENHOR

  • Envie por Email
  • Imprimir
E todo o Israel, com os seus anciãos, e os seus príncipes, e os seus juízes estavam de uma e outra banda da arca, perante os sacerdotes levitas, que levavam a arca do concerto do SENHOR, assim estrangeiros como naturais; metade deles em frente do monte Gerizim, e a outra metade em frente do monte Ebal; como Moisés, servo do SENHOR, ordenara, para abençoar primeiramente o povo de Israel. Josué 8.33


Que exemplo os israelitas dos dias de Josué nos deram! Eles não viram dificuldade alguma em servir a Deus, a despeito do que tinham sentido 40 anos antes, ao crerem na má notícia. Os medrosos estavam mortos, e a nova geração cria na chegada do dia de tomar posse da Terra da Promessa e executar o propósito divino. Jamais diga: “Será impossível tomar posse do que o Senhor me deu”. Ele o ajudará!

Para cumprir a ordem divina – destruir a cidade de Ai –, Josué preparou tudo. Vieram anciãos, príncipes e juízes que se colocaram de uma e outra banda da arca. Era o momento de afirmar o que Deus havia determinado, porque do monte Gerizim sairia a bênção para os fiéis. Esse monte foi mencionado pela samaritana quando ela questionou Jesus sobre onde se deveria adorar (Jo 4.20).

Do monte Ebal foram lidas as maldições direcionadas a vários grupos de pessoas insubmissas a Deus. Lá estavam todo o povo de Israel, as autoridades, os estrangeiros e os naturais. Uma parte estava virada para o monte Ebal. Ouvir as maldições era como dizer que aquele decreto entrava em ação naquele momento. Amaldiçoadas eram as pessoas cujas práticas são condenadas pela Palavra de Deus.

No entanto, a bênção veio primeiro sobre os israelitas. Agora, isso não aconteceu por acaso. Depois de aprenderem a recompensa pela fidelidade, muitos se arrependeram e passaram a agir certo, recusando-se a pecar. A pessoa que guarda os mandamentos não precisa temer as maldições, porque é abençoada automaticamente. Quem se entregou à iniquidade pela primeira vez sentiu que aquilo era errado. Afinal, o Espírito Santo nos convence do pecado, da justiça e do juízo (Jo 16.8).

Quem observa os mandamentos divinos pode até se esquecer do decreto que fala sobre as maldições, porque está em outro território. Porém, quem não se interessa pelo que o Senhor fala sobre o bom comportamento que Seu povo deve ter precisa se questionar: “Eu quero continuar a viver no meio de tanta coisa ruim e ainda partir para o lago de fogo e enxofre, onde estarei pelos séculos dos séculos?”. A Deus seja a glória hoje e sempre!

Nada nos exime da culpa, mesmo fazendo a obra do Altíssimo. Quem errar sofrerá uma pena. Desde que reconheçamos o nosso pecado e o confessemos com o pedido de perdão, somos perdoados por Deus, e Ele lança o nosso erro no mar do esquecimento (Mq 7.18,19). Só será condenada a pessoa que recusar o perdão divino.

Não importa o quanto longe você tem ido; se receber Jesus como seu Salvador e não der mais ao diabo lugar na sua vida, você será perdoado e salvo. Viver com o Pai é maravilhoso!

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Deus a Quem reverenciamos e amamos! Aceitar Jesus como Salvador é a única solução para nós. Assim, os nossos pecados serão perdoados e o Céu será o nosso lugar de destino. Mas, até lá, queremos fazer a Tua obra com amor.

Desejamos participar da grande festa que durará pela eternidade, quando receberemos as boas-vindas no Teu Reino de paz e amor. De lá, jamais sairemos. Enquanto isso não acontece, nós Te seguiremos, sendo pessoas de bem e bons cidadãos neste mundo. Nós Te amamos!

Que possamos celebrar as Tuas festas, melhores do que as do passado. Como vivemos na Nova Aliança, temos a certeza de que nada do Inferno nos atacará. Nós Te louvaremos em espírito e em verdade. Somos gratos por nos iluminares. 

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração