ongrace.com

> Mensagem de Hoje

26/10/2019 - BRAVOS GUERREIROS CHORAM EM PÚBLICO

  • Envie por Email
  • Imprimir
Eis que os seus embaixadores estão clamando de fora; e os mensageiros de paz estão chorando amargamente.  Isaías 33.7


O Senhor nunca abandonará Seu povo. Embora os israelitas tenham pecado, o Altíssimo Se esforçava para trazê-los de volta à comunhão, pois, sendo amor, Ele não queria vê-los sob as garras do inimigo. O mesmo sucede hoje com quem se desviou e deixou o aprisco das ovelhas pelas casas de prostituição e pecado. Os que voltarem para Deus serão aceitos como Seus filhos. 

Os bárbaros assírios desenvolveram uma capacidade militar tremenda, a ponto de nenhum povo ser páreo para eles. Em sua crueldade, desrespeitavam os tratados assinados por eles e massacravam furiosamente a quem não se submetia a eles. Parecia que seu reino nunca teria fim; porém, quando a justiça divina entrou em ação, viram o peso da mão do Senhor, como no cerco de Jerusalém feito por Senaqueribe. Deus é fiel em tudo!

Isaías não teve medo de profetizar contra tais cruéis dominadores. O profeta sequer se arrependeu de uma só palavra, pois falava da parte de Deus e, por isso, viria à luz o que dissera. Quando ouvimos a Palavra e cremos nela, podemos considerar a obra feita, ainda que isso pareça impossível. Toda palavra vinda do Céu se realizará, porque o Todo-Poderoso jamais falha.

Em determinado momento, os bravos guerreiros assírios passaram a chorar em público. O que eles mais temiam ocorreu: o seu “invencível” país foi derrotado. O domínio do diabo foi representado por esse povo impiedoso, mas Jesus foi sozinho no ninho dele e o venceu, despindo-o da autoridade roubada de Adão, com a qual nos fazia sofrer. Não há como sermos levados de volta ao cativeiro satânico; somos livres em Cristo!

Os mensageiros de paz – na verdade, traiçoeiros – choraram em amarga e final decepção. Nunca mais se ouviu falar desse reino mau, o qual não cumpria o prometido. Da mesma maneira, acabou-se o cativeiro do inimigo. Não somos nem seremos prisioneiros da maldade infernal, pois estamos livres para vivermos a liberdade para a qual o Filho de Deus nos libertou (Gl 5.1). Não há mais submissão ao maligno.

Quem diria que aquele invencível reino desmoronaria! Ora, o que não for edificado sobre a Rocha será destruído para sempre. Não há como o diabo voltar a nos prender. Temos vida com abundância de bens e poder para dar a Deus o verdadeiro lugar em nossa vida. As coisas velhas passaram, e tudo se fez novo para aqueles que aceitam Jesus como Salvador (2 Co 5.17). Nunca mais seremos oprimidos!

Jesus nos mandou vigiar e orar para não entrarmos em tentação. Quando o cristão menos espera, alguém em quem ele confiava prova que Deus sempre tem razão ao declarar que maldito é o homem que confia no homem (Jr 17.5). Devemos confiar somente no Senhor, porque Ele não nos faltará com a Sua Palavra. Confie, viva e continue livre!

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Deus da nossa vitória! Os assírios se achavam os melhores, e o império deles parecia não ter fim. Mas Tu pesaste o que fizeram, e veio a sentença fatal. O povo que não Te respeitava perdeu a batalha e não atemoriza mais.

Que linda cena foi para quem viu os bravos guerreiros assírios chorarem em público. Ninguém pode Te desafiar e continuar de pé. Hoje, a nossa luta é contra principados, potestades, príncipes das trevas e hostes espirituais do mal.

Esperamos pela volta de Cristo, quando subiremos para estar com Ele permanentemente. Então, nunca mais haverá lágrimas de dor ou frustração. Damos a Ti a glória pelo que fizeste e farás por nós. Obrigado, Senhor!

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

Missionario a PAZ Porque as vezes quando estou nas reuniões sinto uma vontade de chorar ? É gostosa a sensação, parece uma purificação. Isso é unção e...

A Bíblia diz que o Espírito Santo testifica com o nosso espírito (Rm 8.16) e isso pode produzir gemidos. O importante é que a vida da pessoa seja transformada em...

»VEJA MAIS