ongrace.com

> Mensagem de Hoje

08/01/2017 - DEUS NÃO PERVERTE O DIREITO NEM A JUSTIÇA

  • Envie por Email
  • Imprimir
Porventura, perverteria Deus o direito, e perverteria o Todo-poderoso a justiça? Jó 8.3


Grande é a vantagem de vivermos no tempo da Nova Aliança. É verdade que, se o pecador não confessar o seu erro, torna-se servo do demônio que o tentou. Agora, é fato que Deus nos perdoa e nos limpa de toda injustiça (1 Jo 1.9). As pessoas que estão debaixo de uma dor de consciência podem ser perdoadas e livres, se confessarem as suas iniquidades.

Não continue nas mãos do diabo! Vá a Deus e confesse os seus erros; assim, será perdoado e, logo, sentirá o alívio buscado. Ora, se continuar a ser servo do diabo, por certo, ele colocará em você, ou em algum familiar, os seus males. Cuidado com o inimigo, pois ele é impiedoso. Satanás feriu Jó, e o patriarca afirmava não haver pecado em sua vida, mas, depois, descobriu onde estava o seu erro.

Jó acreditava que o vento de Deus soprava a seu favor, e estava certo. Porém, dentro do seu coração, desconfiava de que, um dia, o vento poderia mudar de direção e soprar contra ele. Com isso, perderia os bens, os filhos, e, por fim, ficaria sem saúde. O Altíssimo teve de permitir que o maligno tocasse nele, pois é respeitador de direitos. Caso Jó crescesse de modo certo e nisso perseverasse, o pedido do diabo seria negado.

Não brinque com a justiça divina, ou você corre o risco de sofrer pelo erro cometido. Quem subtraiu algo de alguém e foi descoberto deve louvar a Deus por isso. Se o pecado não fosse visto e contado, ficaria encoberto; porém, no Juízo, seria publicado, e a pessoa, condenada (Rm 2.16). Com a revelação, o indivíduo poderá se arrepender e se livrar da condenação eterna.

O Altíssimo não pode perverter a justiça, pois ela é parte dEle. Não importa se a pessoa serve a Ele; caso tenha tropeçado, tem de se acertar com quem errou e com Deus, ou será condenada ao sofrimento eterno. Ananias e Safira retiveram parte do preço do que venderam. Ora, aquilo era deles, e não tinham de entregar nada; entretanto, ao dizerem que estavam dando tudo, mentiram e, por isso, morreram.

Quando Davi adulterou com Bate-Seba, ele não pensou na vergonha que passaria por ter agido mal. Foi desmascarado pelo profeta Natã e, em seguida, castigado (2 Sm 12.9,10). Hoje, não há punição para quem erra, desde que confesse e se acerte com aquele que sofreu o prejuízo financeiro, físico ou moral. Ao confessarmos o pecado, o Altíssimo nos perdoa e nos purifica de toda iniquidade. Faça isso e seja livre!

Você tem pecado escondido? É melhor ficar amarelo meia hora do que vermelho pela eternidade. Por certo, os seus filhos sofrem por você ter feito o que não deveria. Se foi somente tentação, e não a assumiu, não é necessário confessar. Agora, havendo, realmente, o  erro, procure o ofendido e confesse, pedindo-lhe o perdão. Faça a justiça de Deus funcionar a seu favor!

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Santo Deus! Tu és bondoso, mas nossos deslizes dão ao diabo condições de nos oprimir. Se erramos, precisamos confessar, por isso pedimos forças a Ti. Não deixes o inimigo nos atingir. Reconhecemos nossos pecados e Te suplicamos perdão.

Provavelmente, muitos que oram comigo estão sofrendo, pois Satanás está atacando-os, bem como a sua família. Um simples pecado de não confiar em Ti levou Jó ao sofrimento. Pai, precisamos confessar nossas falhas.

Queremos que a Tua justiça nos ajude, porque, afinal, Jesus já pagou pelos nossos erros. Hoje, as coisas são diferentes, e Tu não perverterás o que o Salvador fez por nós. Clamamos pelo Teu socorro para sermos purificados de todo mal.

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração