ongrace.com

> Mensagem de Hoje

12/07/2018 - FINEIAS EXECUTOU O JUÍZO

  • Envie por Email
  • Imprimir
Então, se levantou Fineias, que executou o juízo, e cessou aquela peste.     Salmo 106.30


Foi um dos dias mais tristes da história do povo israelita, quando caminhava rumo à Terra da Promessa. Balaão, o mau profeta, ensinou Balaque, rei de Moabe, a colocar tropeços diante dos filhos de Jacó. O monarca moabita seguiu a orientação daquele profeta, o qual só poderia falar o que Deus lhe dissesse. Balaão, contudo, amou mais a recompensa prometida por esse governante, e fez a vontade do diabo (Nm 22―25).

Os israelitas haviam ganhado a batalha contra Seom, de Hesbom, e Ogue, de Basã, ambos reis dos amorreus. Por causa disso, o rei de Moabe contratou Balaão para amaldiçoar Israel. Balaque temia que o povo de Deus lutasse contra ele, a fim de tomar parte do seu território. No entanto, o Altíssimo havia proibido os filhos de Jacó de fazerem isso e, por certo, nem um milímetro das terras moabitas seriam alvo de quem respeita as decisões divinas.

O mau profeta não pode amaldiçoar a quem Deus abençoa. Ainda assim, Balaão ensinou aquele rei a usar de maldade contra o povo santo. Balaão foi extremamente perverso ao usar as mulheres moabitas para levar os israelitas a se prostituírem da forma mais vil, entregando-se ao pecado praticado em Sodoma. Como resultado da larga oferta, milhares dos filhos de Jacó se renderam ao maior festival pecaminoso da história deles. Que tragédia!

Os homens de Israel foram corrompidos pelas moabitas (Nm 25.1). Por causa disso, o Senhor mandou que Moisés enforcasse todo chefe de família (v. 5). Naquele dia, vinte e quatro mil homens morreram na adoração a Baal-Peor (v. 9). Perceba como o pecado pode seduzir até quem está mais perto de Deus. Se não vigiarmos quando ouvirmos alguém confessar suas iniquidades, podemos ser envolvidos pelas práticas mais nojentas. Misericórdia!

No meio de tanta dor, um israelita levou uma mulher midianita para a sua tenda, com o intuito de provocar o Senhor com ato impuro. Então, Fineias pegou a sua lança e atravessou-os pela barriga (Nm 25.6-8). Isso deve servir de aviso a quem não tem limites em suas atitudes imorais, pois será atingido pelas lanças espirituais.

Fineias executou o juízo, fazendo cessar aquela praga, e foi abençoado por isso. Hoje, sendo nós de outro espírito, temos de fazer praticar a justiça, pregando sobre a salvação trazida por Jesus e interrompendo as pragas que irrompem no meio das pessoas, inclusive nos filhos de Deus que prevaricam. A solução não é matar os pecadores, e sim resgatá-los das mãos do inimigo, o qual os possui e tenta destruí-los.

Você não pode perder a batalha contra o pecado que entrou em sua vida e na de sua família e está fazendo estragos. É preciso executar o juízo, o qual não é contra o homem, mas contra o pecado. Porém, é preciso conhecer a revelação das Escrituras acerca da obra de Jesus no Calvário, assumir a sua posição de guerreiro e levar os seus a se arrependerem das obras más e pedirem o perdão divino. Só assim a praga cessará!

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Pai! Como o homem pode cair tanto, deixando o diabo usá-lo dos modos mais vis? Isso agride a Tua santidade. Tem misericórdia de quem se entrega ao maligno; assim, essa pessoa não sofrerá eternamente.

Balaão causou um grande prejuízo entre os israelitas, pois os fracos de mente e fé fizeram o que era mau aos Teus olhos. Por isso, milhares morreram. Que todos os pecadores observem esse exemplo e não pereçam.

No entanto, Fineias se levantou e, paralisou a ação do mal. Agora, temos de pregar que Jesus sofreu os pecados de todos, para que ninguém tenha de sofrer nem aqui nem no porvir. Afinal, a salvação foi totalmente providenciada. Amém!

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração