ongrace.com

> Mensagem de Hoje

06/09/2015 - JUSTIÇA E LEALDADE

  • Envie por Email
  • Imprimir
E sucedia que, quando o espírito mau, da parte de Deus, vinha sobre Saul, Davi tomava a harpa e a tocava com a sua mão; então, Saul sentia alívio e se achava melhor, e o espírito mau se retirava dele. 1 Samuel 26.23


O temor do Senhor faz com que não peguemos aquilo que Deus não nos deu e também nos impede de fazer nossa vontade. Devemos confiar que o Altíssimo é a nossa Justiça. É preciso crer que, a Seu tempo, Ele nos dará a recompensa. Tendo o temor de Deus no coração, você nunca aceitará as ofertas do inimigo.

Saul esteve nas mãos de Davi por, pelo menos, duas vezes. Se Davi não temesse o Senhor, teria resolvido tudo ali mesmo. No entanto, isso ficaria registrado como um ato ruim, pois, ainda que tenhamos sido machucados, não entendendo por que Deus permitiu que isso ocorresse, devemos nos desviar do que o homem natural acha correto.

Ignorar o que achamos certo e obedecer à Palavra são os atos mais importantes que podemos realizar. Com isso, conquistamos o respeito do Altíssimo, que, sem dúvida, irá nos conceder mais de Si e do Seu poder para cumprirmos o que a nosso respeito tem sido dito. É como um crédito que ganhamos diante dEle e, no momento exato, será entregue a nós conforme tem programado.

A lealdade é devida até para com a pessoa que nos ofendeu, atentando contra a nossa vida ou moral. Se ela estiver dormindo ou incapacitada de se defender, jamais se lance sobre ela. Agora, se você quiser fazer a obra mais importante, deixe o Senhor executar a justiça, o que é sempre a melhor decisão. As suas mãos continuarão limpas, e você não se sentirá culpado.

O fato de Deus entregar uma pessoa em nossas mãos não significa que devamos destruí-la ou lhe fazer mal. Como no caso de Davi, trata-se de uma prova para testar se nós permanecemos fiéis à Palavra. O filho de Jessé entendeu: o que estava escrito era o bastante para se desfazer de sua ira e não agir em causa própria, já que Saul havia sido separado pelo profeta Samuel para ser rei de Israel. O Altíssimo, então, abençoou Davi por essa atitude de obediência e misericórdia!

A sua mão deve ser estendida somente para executar a justiça divina sobre as forças malignas, e não contra um ser humano. Seja sensível à direção do Senhor e cumpra apenas o que Ele lhe mandou fazer, mesmo que seja unicamente em oração. Portanto, nunca peça a vida de quem lhe causou prejuízo. Ao contrário, profetize mais saúde para aquela pessoa, para que se arrependa.

O grito para Abner era um aviso de que Davi não temia nem ele nem Saul. Ele estava constantemente na presença de Deus e sabia que, por isso, nenhum mal lhe sucederia nem praga alguma chegaria à sua tenda (Sl 91.10). Quem confia no Altíssimo deixa-O agir em seu favor.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Ó Deus! O que se viu naquele dia foi muito importante para quem toma conhecimento dessa prudente atitude de Davi. Por isso, pedimos ajuda para não fazermos o que nos vem à mão, mas somente o que a Tua Palavra ensina. 

Devemos Te temer e nunca fazer algo do qual nos arrependamos. O mal feito a alguém nunca será apagado, pois intentamos contra a vida ou a honra de uma pessoa que, mesmo errada, precisa de Ti!

Tu pagarás a cada um conforme a sua justiça e lealdade. Deixar de fazer justiça com a própria mão é a prova de que Te obedecemos. Que sejamos leais e fiéis a quem nos ofendeu. Amém!

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

Há algum tempo tenho observado que as pessoas com quem tenho trabalhado, que vivem ao meu redor, falam muito em Deus. Dizem que Ele as têm abençoado em muitas situações...

A quem diga que coisas acontecem por acaso, ou por fatores que não têm qualquer ligação com o agir de Deus. Eu acredito que tudo de bom que nos acontece tem a mão do...

»VEJA MAIS