ongrace.com

> Mensagem de Hoje

01/10/2019 - NÃO SE DESVIE DA SÃ DOUTRINA

  • Envie por Email
  • Imprimir
E desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas. 2 Timóteo 4.4


O apego à Lei de Moisés foi um problema nos primeiros anos da Igreja. Por causa dessa atitude, muitos estavam fora da Palavra, inclusive alguns que andaram com o Salvador. O inimigo, sujo como sempre, levava várias pessoas a se afastarem de Cristo, e Paulo foi orientado a escrever sobre esse perigo que impedia os indivíduos de usufruírem da vida abundante oferecida por Jesus.

Com o passar dos anos, alguns “doutores” fizeram da revelação das Escrituras uma religião, substituindo o poder divino pelas doutrinas que queriam implantar na Igreja. Depois, esses líderes religiosos se reuniram em concílios, a fim de aprovar tais mudanças. Eles ainda acreditavam possuir autoridade para excomungar todos quantos não aderissem às suas ideias.

Em 150 d.C., a operação do poder de Deus sofreu um forte golpe ao ser atacada pelos apologistas do Império Romano, que ridicularizavam o trabalho da Igreja. Adoradores dos deuses do panteão romano e renomados estudiosos da cultura da época, eles inventavam barbaridades sobre a fé cristã, atacando-a por ensinar as pessoas a crerem em um único Deus. 

Naquela época, um pregador chamado Montano começou a ganhar destaque porque expulsava demônios e curava enfermos usando o Nome de Jesus. No entanto, ele oferecia uma interpretação errônea da Bíblia e se considerava o Elias que viria. Isso e o fato de as pessoas estarem apavoradas com o que os sábios diziam sobre aquela nova religião fizeram a Igreja decretar a proibição do falar em línguas e a libertação dos oprimidos.

Com o passar do tempo, os desvios da fé só foram aumentando: autorizaram o uso de imagens; proibiram o casamento dos sacerdotes; criaram a veneração à Maria; endeusaram pessoas usadas na realização de curas, levando-as à posição de “santos” – considerados intermediários entre Deus e os homens –, quando sabemos que apenas Jesus exerce essa função. 

A lista de ações condenadas pela Palavra, mas consentidas pelos “religiosos”, é grande, e isso mostra o total desrespeito pelas Escrituras. Essas aberrações anularam os ensinamentos de Jesus, validando o que aqueles “entendidos” nos assuntos espirituais decidiam. A fé deixou de ser o que o Senhor pregou.

É triste ver como a Igreja voltou às fábulas e, em alguns casos, foi além ao se inspirar em cultos pagãos, obra de demônios. Como alguns dificultam tudo! Não é complicado fazer a vontade do Pai: basta instruir as pessoas no Evangelho, que é simples. Quando a fé surgir no coração delas, o Senhor operará milagres.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Deus da Verdade! É maravilhoso ensinar a Tua Palavra e testemunhar muitos sendo iluminados e abençoados ao serem alcançados pela graça divina. A Tua Palavra é insubstituível, e quem a conhece se liberta de todo e qualquer mal.

Mantém-nos longe dos mal-intencionados, pois eles inventam mentiras a respeito do Teu propósito e ludibriam os perdidos, dizendo-lhes que a salvação é uma ilusão. Usa-nos, Pai, para falar de Ti e do Teu amor. Assim, libertaremos os oprimidos.

Que os salvos jamais se desviem da Verdade! Que seus olhos e ouvidos sejam abertos por Ti, para que não se emaranhem em doutrinas antibíblicas. Agradecemos pela simplicidade da fé. Amém!

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração