ongrace.com

> Mensagem de Hoje

20/01/2014 - O ABRAÇO AMOROSO DO SENHOR

  • Envie por Email
  • Imprimir
Eis que, para minha paz, eu estive em grande amargura; tu, porém, tão amorosamente abraçaste a minha alma, que não caiu na cova da corrupção, porque lançaste para trás das tuas costas todos os meus pecados. Isaías 38.17


Muitas vezes, o Senhor permite algum sofrimento aos Seus filhos para o bem-estar deles. O homem costuma deixar-se levar pelo que é aparente, sem observar a fonte do que lhe é oferecido, e, depois, como um abismo chama outro abismo (Sl 42.7), ele entra em uma espiral de queda que não acaba mais. O mais importante é a felicidade eterna, pois, aqui nesta vida, a qual durará, aproximadamente, 80 anos e, em alguns casos, um pouco mais, tudo terminará.

Então, para a paz dessa pessoa, Ele deixa a alma dela ficar em grande amargura. Isso se dá quando ela se sente impotente diante de uma doença ou situação que parece irreversível. Em Sua sabedoria, o Pai onisciente permite que a aflição ou alguma outra coisa que incomoda a alma nos oprima. Com isso, muitos chegam à conclusão de que estavam correndo atrás do vento, ou tomando outras posições não menos tolas.

Se as pessoas aprendessem o tempo da visitação do Altíssimo à vida delas, viveriam de modo bem diferente. Deus não vem até nós para nos deixar angustiados, mas para nos levantar de alguma queda ou nos impedir de cair em algum poço do inimigo. Se dermos ouvidos ao que nos fala a santa Palavra, o Senhor nos abraçará amorosamente. Nesse abraço, a nossa alma se realizará e se libertará por completo.

Como o homem precisa desse abraço divino! A presença de Deus é tão maravilhosa, que, no momento em que Se aproxima de nós e nos faz sentir amados, um sentimento de realização toma o nosso interior. Em muitos casos, a pessoa se sente amada pela primeira vez, percebe como o pecado é nojento e se limpa completamente. Agora, você pode experimentar isso e deixar-se levar pelo Espírito em louvor e oração; dessa forma, será visitado por inteiro por seu Pai.

O diabo tem armado covas de corrupção, e os que caem nelas não sentem necessidade de serem honestos ou santos. Então, a alma de quem caiu em uma dessas covas entra em processo de depressão, e a pessoa deixa de ter prazer na vida, na pureza ou na honestidade. A pessoa se sente um lixo, desamparada completamente, sem se importar com aqueles a quem fere. Ela precisa de ajuda, pois não sairá da cova por si mesma.

Há muitos filhos de Deus à beira de uma cova. Se não forem socorridos, a tentação irá tragá-los por completo. Então, ficarão para sempre longe de Deus, da realidade da vida, não percebendo que estão perdendo tempo com coisas fúteis. O pior é que não tomam consciência de que estão arruinando a própria alma. Busque o Senhor neste momento, e a sua libertação ocorrerá.

Acorde! Deus já lançou para trás de Suas costas todos os seus pecados. Agora, você deve aceitar que o Senhor já lhe perdoou completamente. Levante a cabeça e vá viver. Não se deixe influenciar por qualquer tentação. Sinta o abraço amoroso do Pai e se liberte para sempre das amarrações que o diabo lhe tem imposto.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Maravilhoso Deus e Pai, que unção tem essas palavras do rei Ezequias! Elas foram inspiradas por Ti, para que tivéssemos a mesma fé. Agora entendemos que foi para a nossa paz que Tu permitiste que fôssemos afligidos, pois, de outro modo, cairíamos na cova do pecado.

A amargura que tomou conta da nossa alma foi um remédio amargo e forte, mas necessário. Hoje, ao sentir o Teu abraço amoroso, nós nos derretemos de felicidade. Tu viste nossa alma à beira da cova, já escorregando para dentro, e nos salvaste com o Teu poder. Obrigado, Senhor!

Que bom poder andar de cabeça erguida e ver os nossos sonhos voltando e enchendo-nos de alegria e amor! Quão gostoso é saber que os nossos pecados foram lançados para trás de Tuas costas e, agora, estamos livres! A felicidade é nossa para sempre e sempre!

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

Missionário,sou divorciada,31 anos,meu ex já constituiu outra família, tenho um filho de 8 anos.Aconte que amo um razaz de 21 anos,e ele confessa que me ama tbém,só que...

Penso que não e acho que você está insistindo em algo que só vai trazer sofrimento para todos. Em vez de pensar em como mudar o moço, busque a Deus e mude você. Em...

»VEJA MAIS