ongrace.com

> Mensagem de Hoje

08/12/2015 - O CUIDADO PARA COM OS LEVITAS

  • Envie por Email
  • Imprimir
Guarda-te que não desampares o levita todos os teus dias na terra.  Deuteronômio 12.19


No Antigo Testamento, os levitas cuidavam do transporte, da montagem e das demais atividades relacionadas ao Tabernáculo e, depois, ao templo. Não tinham somente o ofício de cantar, louvando a Deus, mas eram como os obreiros que, hoje, conhecemos – aqueles que trabalham na igreja. Atualmente, não há mais sacerdotes imolando animais nem levitas como aqueles que serviam a Deus no passado. No Evangelho, tudo é novo.

Se não temos os rituais judaicos nem a figura do sumo sacerdote e daqueles que exerciam o sacerdócio, por que precisamos ter levitas e outros costumes do judaísmo? No entanto, na mente de muita gente, que gosta de títulos como esse, existe a necessidade de ter tal ministério. Só há um registro, no ministério de Jesus, no qual as pessoas cantaram um hino. Isso ocorreu antes de saírem para o monte das Oliveiras (Mt 26.30), mas não se fala mais em levita.

Os levitas daqueles dias não tinham herança, pois a tribo de Levi não foi contada na repartição da terra, mas recebia uma consideração maior dos membros das outras tribos. Hoje, na igreja, de modo geral, músicos ou cantores se dizem levitas. Até podem ser, mas não iguais aos daquele tempo, pois aqueles desempenhavam também outras funções na Casa de Deus, menos o sacerdócio, e eram da tribo de Levi. Hoje, temos obreiros do Senhor.

Arão e seus filhos eram levitas – descendentes de Levi – e seriam sacerdotes para sempre, porém nem todo descendente de Levi seria sacerdote, e sim um ajudante deste (Nm 3.6). Se alguém que não fosse dessa tribo tentasse ingressar nela, morreria. No entanto, como já vimos, nada temos a ver com as regras e os costumes da Antiga Aliança; hoje, o que prevalece são as regras instituídas na Nova.

A norma para os tempos atuais é não desprezar os que ministram a Palavra de Deus e os que ajudam no cumprimento desse sagrado dever. O “levitismo” evangélico em nada se compara aos antigos servos de Deus. Que os novos “levitas” sejam respeitados como obreiros e tenham suas necessidades supridas.

Nem todos os levitas do passado cumpriam sua parte na música, mas alguns eram guardas, padeiros, porteiros etc. Os novos “levitas” precisam realizar a missão em temor e santidade, pois, como Deus é santo, quem não estiver nessas condições não ficará ao lado dEle. Davi era da tribo de Judá e era músico e cantor. Quando Saul procurou um que tocava bem para libertá-lo, o jovem pastor foi o escolhido.

A lição que fica é que somos ministros e despenseiros das bênçãos compradas por Jesus em prol de toda a humanidade. Não importa se o problema é enfermidade ou ação de espírito maligno; os salvos são chamados para fazer o mesmo que Cristo fazia, servindo com humildade e sabedoria, cheios de todo o conhecimento da vontade do Pai. 

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Senhor! Antes da vinda de Jesus, já se observava que o ministério da Antiga Aliança findaria, pois, por séculos, nenhum profeta fora levantado. Ao começar o Seu trabalho, Cristo escolheu homens comuns para ser Seus discípulos.

Os apóstolos não levavam para suas campanhas nenhum levita, porque a palavra deles tinha autoridade e não podiam desperdiçar tempo para entreter o povo, e sim fazer seguidores do Mestre. Por que fazemos diferente hoje?

Não há registros nos evangelhos de que Jesus fazia shows musicais, mas anunciava a Tua Palavra. Ajuda-nos a repensar o que fazemos, pois não estamos fazendo os paralíticos andarem, os surdos ouvirem nem mudos falarem, tampouco discípulos. Misericórdia! 

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

Missionário, sou casada há onze anos, mas a famílai de meu marido neste tempo todo trava uma batalha espiritual muito grande contra mim, antes tinha medo, mas depois que...

Será bom descobrir por que eles lutam tanto para separá-los. Afinal, o que eles têm contra você? Mesmo o diabo precisa dar a seus seguidores uma razão para odiar as...

»VEJA MAIS