ongrace.com

> Mensagem de Hoje

05/05/2017 - O DEUS QUE OUVE E SARA

  • Envie por Email
  • Imprimir
E ouviu o SENHOR a Ezequias e sarou o povo. 2 Crônicas 30.20


A ascensão de Ezequias ao trono de Judá foi um ato divino. Esse homem procurou o Senhor e Lhe serviu de coração inteiro. O pai dele foi um péssimo rei, dando-se aos costumes pagãos das nações que habitaram Canaã, bem como aos pecados de Samaria. No entanto, Ezequias não seguiu o exemplo de seu antecessor e se espelhou em Davi, seu ancestral. Por isso, foi bem-sucedido.

No primeiro mês do seu reinado, ele abriu as portas da Casa do Senhor, que tinham sido fechadas por seu pai. A seguir, promoveu um avivamento, ordenando que os levitas se santificassem e tirassem do santuário toda a imundícia. Então, veio ao seu coração o desejo de celebrar a Páscoa do Senhor em Jerusalém e mandou que convidassem não só Judá, mas também todo o Israel, desde Berseba até Dã. Que lindo plano!

Israel havia caído, e Salmaneser, rei da Assíria, levara Samaria em cativeiro. Alguns escaparam e voltaram, mas eram tão incrédulos, que riram dos mensageiros que os convidaram a participar da celebração. A mensagem do rei era de arrependimento, a fim de que voltassem para o Deus de Abraão, Isaque e Jacó. Porém, apenas alguns foram à festa. Os de Judá eram como uma só pessoa no temor de Deus, e isso era muito importante.

Muitos israelitas comeram a Páscoa sem se santificarem, mas Ezequias orou por eles, para que o Altíssimo, que é bom, perdoasse àqueles que tinham preparado o coração para buscar o Senhor, o Deus de seus pais, ainda que não se tivessem limpado segundo a purificação do santuário (v. 18,19). A oração de Ezequias foi ouvida. Veja, aqueles que são atendidos em suas petições devem sempre orar pelos necessitados. 

Isso nos ensina o seguinte: há pessoas que, embora estejam dispostas a clamar a Deus, ainda não estão santificadas. Porém, mesmo assim, não devem ser impedidas de se achegarem à mesa do Senhor, porque todo ato de fé é imputado como justiça (Gl 3.6). Não se deve discriminar ninguém, pois a mesa é do Senhor, e Ele nos deixou esse exemplo.

Após a Páscoa, foi celebrada com grande satisfação a Festa dos Pães Asmos, durante sete dias, e os sacerdotes louvaram o Senhor, dia após dia, bem alto (2 Cr 30.21). Depois de entrar em acordo, a congregação continuou a celebração por mais sete dias. Aquele período de festas ficou conhecido como o mais importante desde os dias de Salomão (v. 26). A alegria contagiou o povo de Israel, como também os estrangeiros e os habitantes de Judá. Que linda comemoração!

Essas coisas exemplificam o que está disponível a nós hoje. Não podemos ficar na letra morta, mas sentir o que Deus quer fazer em nossos dias, pois, certamente, Ele tem Se preparado para realizar uma obra tão maravilhosa, que, se contada, ninguém acreditará. O Todo-Poderoso quer fazer em nosso tempo e em nosso meio algo que já está escrito, embora continue oculto aos nossos olhos. Ao entendermos Sua vontade, reinaremos com sucesso.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Senhor da Páscoa! Que dia lindo foi aquele em Jerusalém, quando Tu usaste Ezequias para convidar Judá e Israel a comemorarem a Tua Páscoa em Jerusalém. O que se viu foram milhares de pessoas alegrando-se em Ti durante 14 dias.

Alguns de Israel, apesar de terem escapado do cativeiro da Assíria, riram do Teu servo, mas os que acreditaram se maravilharam com o que ocorreu naquele dia, e Tu foste louvado. Que possamos fazer esse tipo de festa para o Teu povo.

Ao ouvir a oração de Ezequias, Tu saraste aquela gente. No meio deles, havia muita dor e tristeza em virtude do que tinha acontecido ao reino do Norte. Então, ao verem o quanto é importante receber a Tua alegria, quiseram ficar mais sete dias. Tu és tremendo!

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

Por que em filmes como O exorcista, Fim dos dias e A profecia, que mostram a luta do bem contra o mal, o bem é sempre representado pela Igreja...

Isso ocorre, pelo menos, por duas razões: no Ocidente, o cristianismo é a representação visível do Reino de Deus e, por extensão, do bem. Em termos de cristianismo como...

»VEJA MAIS