ongrace.com

> Mensagem de Hoje

29/06/2017 - O DIREITO DO OPRIMIDO E DO NECESSITADO

  • Envie por Email
  • Imprimir
Sei que o SENHOR sustentará a causa do oprimido e o direito do necessitado. Salmo 140.12


Nenhum ser humano tem de suportar as opressões do diabo, porque Jesus sofreu todas elas na cruz. Esse é um dos motivos que deve nos levar a pregar o Evangelho a toda criatura pelo mundo. O Senhor perguntou a Isaías: A quem enviarei, e quem há de ir por nós?, e o profeta respondeu: Eis-me aqui, envia-me a mim (Is 6.8). Por certo, os salvos desprovidos do desejo de falar do amor divino aos perdidos ainda não o experimentaram.

O melhor a ser feito pela humanidade é anunciar-lhe a Verdade, levando a todas as pessoas a salvação conquistada por Jesus. Como pastor, posso garantir: fazer a vontade de Deus é o mais importante. Quando vemos pessoas perdidas em delitos e pecados se converterem e passarem a obedecer ao Senhor, o nosso coração se enche de alegria. Imagine como fica o coração do Pai celestial!

As formas de opressão são muitas: pensamentos negativos, timidez, indução a pecados, falta de recursos físicos, mentais etc. Provavelmente, a cada cem pessoas, noventa e nove estão sob algum ataque demoníaco. O pior: na vida da maioria delas, há pecados não confessados, e isso as condenará ao suplício eterno. Deveríamos nos consagrar para falar da salvação com mais unção, pois as perdas serão grande.

A pessoa entregue a qualquer transgressão se deu ao diabo. Se ela não se arrepender e não nascer de novo, será sempre oprimida por Satanás. A obra de Deus é mais séria do que as mensagens evangelísticas proferidas como verdadeiras, pois estas tendem a levar os mais simples a acreditarem que, para serem perdoadas e salvas, basta levantarem a mão e aceitar Jesus.

O Evangelho não é uma religião cujos ensinamentos são os mais lindos, mas a verdadeira Terra da Liberdade, onde as promessas de Deus se cumprem, e os salvos podem desfrutar de uma vida digna e poderosa. Jamais diga: “O Evangelho é a religião que salva”, e sim: “Ela é o Caminho para se livrar da eterna condenação”. Não temos uma religião; desfrutamos da graça do Senhor, a qual nos recriou em Cristo. NEle o homem se realiza!

Quem aceita Cristo como Salvador e cumpre Seus mandamentos prova o seu amor a Deus e, por sua vez, o Pai e o Filho o amam. Não basta dizer da boca para fora: “Eu amo Jesus”; é preciso obedecer aos preceitos divinos. Se deixarmos de pregar a mensagem tal como ela é, o perdido não encontrará o caminho da vida eterna. Encobrir as exigências bíblicas é errado, porém devemos falar delas de acordo com a direção do Senhor.

Todos os oprimidos e necessitados têm direito de se livrar das condenações do maligno. Isso deve ser dito com segurança a eles. Então, se crerem e reivindicarem essa prerrogativa, o Altíssimo os sustentará, e eles, sem dúvida, serão libertados. Afinal, não há como Deus dar a salvação e a pessoa se perder.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Pai, Sustentador dos nossos direitos! Não viveremos mais sob as opressões do diabo, porque Jesus as sofreu em nosso favor. Assim, reivindicamos a nossa libertação. Vivendo a plenitude das bênçãos, seremos exemplos para muitos.

O nosso pensamento precisa estar de acordo com a Tua Palavra, para vivermos na Tua presença e usufruirmos de vida abundante. Afinal, para isso, o sangue de Jesus foi derramado.

Deus, perdoa as nossas transgressões! Então, tendo nascido de novo, as marcas de Satanás não estão mais em nós, e sim as cicatrizes de Cristo. Estamos livres do poder do mal, por isso determinamos a saída do sofrimento. A Ti seja a glória!

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

Missionário,muito obrigada por responder a minha pergunta.Para esclarecer,o meu primeiro casamento foi aos 14 anos,nÃo conhecia a palavra.Depois de um tempo comecei a...

Como sua história demonstra, você já deu muita cabeçada na vida, começando por casar-se tão cedo. Por isso, é bom ponderar muito bem, antes de um passo tão sério como...

»VEJA MAIS