ongrace.com

> Mensagem de Hoje

25/08/2013 - PARA QUE NADA FALTE

  • Envie por Email
  • Imprimir
Acompanha, com muito cuidado, Zenas, doutor da lei, e Apolo, para que nada lhes falte. Tito 3.13


Como líder do ministério aos gentios, Paulo estava formando um povo para servir verdadeiramente ao Senhor e, por dois motivos, pediu a Tito que acompanhasse com muito cuidado duas pessoas enviadas para ministrar em sua igreja, a fim de que nada lhes faltassem. O outro motivo era para que os cristãos aprendessem a aplicar as boas obras nas coisas necessárias. Seria isso também necessário em nossos dias?

Sim, sem dúvida, o mesmo deve ser feito hoje. O apóstolo pediu que Tito desse total atenção a Zenas, doutor da lei, e a Apolo. É preciso sempre honrar aqueles que servem na obra de Deus. Pelo fato de terem sido enviados para ministrar os dons de Deus, a igreja deveria fornecer-lhes a parte material. Ao fazerem isso, os crentes a quem Paulo se refere aprenderiam uma importante lição.

A Palavra diz que devemos honrar aquele que está em posição de autoridade. Como todo mandamento, este também é para ser cumprido. Ademais, tudo o que fizermos a quem, de fato, serve ao Senhor teremos feito ao próprio Deus, ainda que tenhamos dado somente um copo d’água. Fechar a mão e não ajudar os servos do Altíssimo é como dizer que não nos importamos se a obra será feita ou não.

Por outro lado, se os ajudarmos, teremos a recompensa.
Não se deve mandar alguém para pregar a Palavra sem a direção divina, mas também não é certo deixar que o enviado fique à mercê da própria sorte. O pedido do apóstolo a Tito vale para todo aquele que recebe um ministro na seara divina, pois é preciso verificar em que condições ele viverá. Precisamos evitar que o diabo tente o servo de Deus, mostrando que ele não é bem aceito e, desse modo, ele falte no cumprimento do seu dever.

Examinando o ministério terreno do nosso Mestre, vemos que houve ocasião em que Ele proibiu que os discípulos levassem provimentos. Isso ocorreu quando foram enviados às cidades onde Ele haveria de ir mais adiante (Lc 10.2.1-4). No entanto, aquele foi um caso isolado, pois o Mestre queria dar-lhes uma lição de que o importante é confiar no cuidado divino. Eles foram sem nada, mas encontraram lares que os receberam e, depois, confirmaram que nada lhes faltou.

Se o Senhor nos dirigir de igual modo em alguma situação especial, sem dúvida nada nos faltará. No entanto, Ele nos ensinou a não fazer as coisas de qualquer modo, mas, sim, calcular antes de iniciar a construção de algo para nos certificar de que teremos, ou não, os recursos para terminar tal obra. Depois, em outra ocasião, Jesus ordenou que eles levassem a bolsa – suprimentos (Lc 22.36).

O bom é sempre seguirmos a orientação que Ele nos dará em todas as ocasiões. A ordem de Paulo a Tito foi clara: ele deveria acompanhar com muito cuidado os que foram enviados a ministrarem em sua igreja. Ao dar a assistência necessária, os irmãos poderiam preocupar-se somente com o que iriam pregar e, desse modo, a igreja de Tito receberia o suprimento necessário.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

 

Deus, nosso Provedor! Que conselho lindo o Teu Espírito inspirou Paulo a dar a Tito. Que a lição seja aprendida pelos que, hoje, recebem os que ministram em Teu Nome, cuidando deles e ajudando-os em tudo. Por sua vez, eles muito nos ajudarão com o Pão da Vida.

Creio que o zeloso apóstolo já tinha ensinado a respeito dessa dispensação. Mas, ao escrever ao seu filho na fé, ele não só o fez para lembrá-lo, mas também a nós. Às vezes, na Tua obra, vemos tanta insensibilidade que nos leva a perguntar se aquelas pessoas Te servem de fato.

Provavelmente, existem outras áreas em nossa vida nas quais não estejamos agindo como Teus filhos; por isso, ajuda-nos a sempre sermos dirigidos pelo Santo Espírito, de modo que, em hipótese alguma, alguém seja prejudicado no suprimento de suas necessidades básicas.

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

Tenho quatros filhos homens e uma mulher. A minha filha tem apenas 17 anos e me causa muitos problemas. Não sei como corrigi-la, pois, com essa idade, o relacionamento entre...

Desrespeitar pai e mãe independe de idade; a questão é espiritual. A melhor maneira de combater um problema é, primeiramente, acertando-nos com o nosso Deus. Vendo o que...

»VEJA MAIS