ongrace.com

> Mensagem de Hoje

22/02/2017 - PARA TESTEMUNHO

  • Envie por Email
  • Imprimir
E disse: Tomarás estas sete cordeiras de minha mão, para que sejam em testemunho que eu cavei este poço.  Gênesis 21.30


Tudo o que fazemos de bom ou ruim fica na memória de Deus para sempre. Agora, se confessarmos nossos pecados, eles serão perdoados, e o Senhor não mais Se lembrará deles. Com o homem natural, isso é difícil de ocorrer, porque ele não entende o perdão nem o exerce. O que dizer daqueles que erraram e, ao serem questionados, falaram sem qualquer constrangimento que nada fizeram? Coitados, estes não escaparão da eterna condenação. Pobres vidas!

O homem não sabe lidar com o desejo de vingança, mas deve confiar esse direito ao Senhor. Por não temer a Deus, muitas vezes, o ser humano quer ter o “gostinho” de ver o seu ofensor sofrendo, não sabendo que perdoar é infinitamente mais prazeroso e recompensador. Abrir mão da vingança é uma atitude nobre, a qual, certamente, trará uma alegria e uma imensa realização. Por isso, se alguém reconhecer sua transgressão e confessá-la a você, perdoe tal pessoa, e você verá a sua alma se realizar.

Abraão sabia que os ímpios são mentirosos, por isso disse a Abimeleque que pegasse as sete cordeiras de sua mão como testemunho de que fora ele quem cavara o poço. Depois, caso viesse a reivindicá-lo, o patriarca teria condições para fazer o que fosse de direito. Hoje, isso significa não usar a força física, e sim a autoridade do Nome de Jesus para ligar ou desligar na Terra o necessário, porque tal obra será feita nos Céus.

 Ao dialogar com uma autoridade civil, eclesiástica ou militar, não aceite que ela dite as regras, pois, em uma aliança, bem como em qualquer negócio, as partes têm de estar em condições iguais. Sendo assim, devem estabelecer os preceitos que nortearão o acordo. Caso abra mão do que lhe pertence, certifique-se de que a outra parte ficou ciente e também leve isso a termo – por escrito ou gravado.

Somos herdeiros das bênçãos dadas a Abraão e, por essa razão, quando precisarmos, podemos requerê-las. Não há melhor tribunal para julgar o seu caso do que o divino; afinal, além de lhe dar a sentença de vitorioso, Deus irá recompensá-lo conforme as Escrituras. Quem deixa algo por amor a Jesus, ou ao Reino de Deus, há de receber 30, 60 ou 100 vezes mais. Jamais despreze o que o Altíssimo fará por quem Lhe obedece.

Então, ao entrar em alguma negociação, ainda que a pessoa afirme ser salva e tenha comunhão com Deus, organize tudo de modo que ela não contradiga os termos acordados. Uma boa maneira é usar testemunhas, ou fazer uma escritura em cartório. Muitos se desviam da Verdade e continuam na igreja com jeito de santo e aparência de piedade, no entanto, na realidade, são o que a Bíblia chama de lobos devoradores. Destes afaste-se (Mt 7.15). Cuide-se sempre!

Jamais deixe a cobiça, a inveja e a falta de amor ou outro sentimento que não venha do Pai dirigir seus empreendimentos. Caso contrário, você dará contas do prejuízo que a outra parte sofreu. Quando tudo é feito no Senhor, a chance de dar errado é zero. Sendo filho da Luz, não deixe o espírito do engano se tornar senhor do seu coração, e sim o amor do Todo-Poderoso.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Deus do testemunho! Bom seria que todas as pessoas Te servissem e temessem. Se isso ocorresse, ninguém tomaria o que é do outro e, consequentemente, não seria necessário ir a juízo. Porém, infelizmente, isso tem acontecido entre cristãos!

Há servos que ousam levar o irmão à presença de ímpios para que estes julguem fatos relacionados à vida deles, não sabendo que eles, por serem cristãos, julgarão os próprios anjos. Há situações em que até a igreja tem sido acusada diante dos perdidos!

O que está ocorrendo, Senhor? Perdemos o respeito ou não temos ensinado bem aos membros de nossas congregações? Queria que a última opção fosse a verdadeira, mas há exemplos provando que a falta de temor se dá por pecados escondidos. Misericórdia!

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração