ongrace.com

> Mensagem de Hoje

26/02/2014 - VALORES TROCADOS = ABOMINAÇÃO

  • Envie por Email
  • Imprimir
O que justifica o ímpio e o que condena o justo abomináveis são para o SENHOR, tanto um como o outro. Provérbios 17.15


O ímpio é aquele que abandona o bom Caminho e, mesmo sentindo o toque divino de que está distanciando-se de Deus, não volta atrás. Ele se torna réprobo, insolente, e até a sua oração deixa de ser ouvida. Na sua concepção, não há nada de errado com ele; por isso, diz que não entende por que o Pai não lhe atende. Na maioria das vezes, ele condena os que se dão ao Senhor sem reservas, taxando-os de gente sem juízo.

Já o justo cumpre seu dever de filho de Deus, praticando a justiça divina sempre e não se apartando das Escrituras. Para ele, as portas dos Céus estão sempre abertas, e seu modo de vida demonstra que realmente serve ao Senhor. Ele não se mistura com os escarnecedores, mas se junta aos que, de fato, servem ao Altíssimo (Sl 1). A pessoa que pratica a Palavra de Deus sempre é bem recebida e respeitada.

Existem muitas pessoas que agem como loucas. Elas não podem ver uma confusão, que logo entram na briga sem saber os motivos. Se fizessem isso para acabar com o conflito, justificariam sua loucura, mas entram para brigar, como se fossem superiores aos demais, ou inatingíveis por qualquer arma ou objeto. O livro de Provérbios declara que elas são como o cidadão que pega um cachorro pelas orelhas; provavelmente, ele será mordido pelo animal (Pv 26.17)

O ato de maior estupidez que alguém pode praticar é justificar o ímpio. Por fazer isso, essa pessoa coloca-se contra as declarações de Deus. É como se decidisse desafiar e enfrentar o Todo-Poderoso. O próprio ímpio sabe que está em “maus lençóis”, que sua atitude o leva a ficar sob o poder do maligno, e, por isso, o sofrimento será sua saga por toda a eternidade. Agora, ter coragem de justificar quem erra conscientemente é demais.

Para aumentar sua insensatez, a pessoa chega ao absurdo de condenar o justo. Ora, quem o justifica é o Senhor. Agora, quem se atreve a condenar aquele que foi justificado pela própria Verdade espera o quê? Sem dúvida, a repulsa completa do Criador. O interessante é que os que agem dessa maneira louca não têm nada a ver com o procedimento do justo nem do ímpio, mas se intrometem nesse assunto por serem completamente estúpidos.

Tanto o ímpio como seu justificador são abomináveis ao Altíssimo. Ambos poderiam ser filhos amados, mas, por uma bobagem, tornam-se asquerosos aos olhos do Deus santo e poderoso. Sem dúvida, eles não terão outro destino a não ser o lago de fogo e enxofre, onde serão atormentados para sempre, pelos séculos dos séculos (Ap 21.8). Então, por que tomar tal decisão se Deus é Amigo e Pai? Por que não se emendar e passar para o lado vencedor?

A vantagem de ser justo é completa. Primeiro, porque não verá a morte (Ap 20.6). Segundo, porque habitará ao lado de Jesus pela eternidade (Ap 21.3). Os que tiverem uma vida reta conhecerão o Senhor, assim como dEle são conhecidos (Jo 10.14). Além disso, não só serão livres dos ataques do inimigo, como também desfrutarão de tantas coisas maravilhosas que, de antemão, foram-lhe preparadas pelo amado Pai (1 Co 2.9).

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Excelso Deus, como alguém, em sã consciência, pode se dar ao trabalho de justificar o ímpio e condenar o justo? É óbvio que tal pessoa não sabe o que a aguarda! Tem misericórdia do Teu povo, para que nenhum dos Teus caia no “conto” do mentiroso diabo.

Além de justificar o ímpio, esse perdido cidadão ainda condena o justo, mostrando que está dominado pelo inimigo em tudo. Sua mente já não pensa mais direito, e seus desejos se tornaram malignos; ao mesmo tempo, o diabo já instalou nele a sua natureza, que o faz amar o mal.

O justificador do erro e o ímpio são abomináveis aos Teus olhos. Quando eles se encontram em apuros, oram a Ti, mas não há resposta para seus clamores nem libertação de seus males. Contudo, o justo é consolado e liberto de suas aflições. Obrigado, Pai santo!

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

Missionario, me casei na igreja catolica aos 18 anos mais nao tinha me casado no cartorio, sendo do mundo cometi adulterio e me separei entao conheci uma outra pessoa onde...

Segundo a Palavra, quando você veio para a fé todas as coisas antigas passaram (2Co 5.17). Não vejo por que não possa casar-se na igreja, mas o melhor é você conversar...

»VEJA MAIS