ongrace.com

> Missionário Responde

17/06/2011 - Dízimo - Família

Enviado por: ruth ramos da silva - Rio de Janeiro

Procurei em td. coluna, algum parecido com a minha pergunta mas não encontrei. A empresa em que eu trabalho deposita o meu salario em conta bancaria. Sendo que o contra cheque sempre demora a ser entregue as vezes recebo 2 meses depois, como devo proceder? eu tiro o dizimo do que é depositado em conta e depois posso devolver a diferença? eu tenho devolvido mais ou menos o que deve dar, e depois devolvo a diferença: ex. é de´positado em conta 600,00 devolvo 120,00 porque já conto com o bruto . agora se este valor for menos do que os 10% o que eu faço?

Resposta:
Se você realmente leu todas as respostas sobre o dízimo, viu que a devolução dele não pode ser vista como se fosse um imposto espiritual, pois entregar o dízimo faz parte da adoração ao Senhor. Adoramos porque amamos a Deus e Sua obra e queremos fazer parte dela, financiando-a com nossos recursos. Isto tem de ser expontâneo e voluntário, o que sempre é muito natural naqueles que, de fato e em verdade nasceram de novo, isto é, se arrependeram de seus pecados e entregaram a vida nas mãos do Salvador, passando a viver segundo a Palavra de Deus. Portanto, aja conforme ensina a Bíblia, separando e devolvendo o dízimo de acordo com o que você recebe, com zelo, mas sem preocupações tão tributárias. O mais importante é como você faz isso em seu coração, e isso só Deus pode saber (2Co 9.7).


PERGUNTAS RECENTES

> Pedido de oração

Pedido de oração