ongrace.com

> Missionário Responde

18/01/2006 - E-mails com conteúdo pornográfico - Família

A Paz do Senhor Missionário! Eu e o meu esposo temos os nossos e-mails pessoais, e um tem a senha de acesso do outro (conforme combinamos). De vez em quando ele acessa meus e-mails e eu os dele, porque não temos o que esconder um do outro. Somos evangélicos e frequentamos a IIGDD Sede. Só que tanto eu como ele temos colegas que não são cristãos. À pouco tempo atrás o meu esposo tinha um colega que sempre mandava e-mails para ele com conteúdo pornográfico e quando eu acessei levei um susto e até briguei com ele por isso e disse que era para ele dizer a esse colega não enviar mais esses tipos de mensagens e o colega dele parou. Esses dias ele recebeu outro e-mail com conteúdo pornográfico (mulheres nuas), uma mensagem desejando Feliz 2006 com fotos de mulheres completamente nuas, de um outro colega dele, ele abriu esse e-mail, viu, não deletou e também não me informou que havia recebido esse tipo de mensagem e que iría deletá-la, simplesmente guardou a mensagem. Somente no dia seguinte do ocorrido que eu abri o e-mail dele e vi essa mensagem e acabei ficando muito nervosa e liguei para ele e perguntei quando é que ele tinha aberto aquele e-mail, e ele respondeu que tinha sido no dia anterior em casa. Aí eu fiquei brava e disse que ele deveria ter me avisado e em seguida deletado, o que ele não fez. Aí eu disse que parecia que ele tinha gostado de receber aquilo por isso que ele estava guardando. Ele disse que não...que não tinha nada à ver, etc. Agora, me responda missionário, o que seria o certo nessa história toda? Ele avisar os colegas para não mandar esse tipo de mensagem? Ele receber, não me falar nada e deletar em seguida? O que seria mais certo nesses casos? Obrigada! Deus o Abençoe!

Resposta:
Embora pareça coisa infantil, a pornografia é um grande mal. O Senhor Jesus alertou sobre isso em Lucas 11.34. É pelos olhos que entra o veneno diabólico da concupiscência e que silenciosamente vai fermentando no coração da pessoa que não vigia. Depois, ela não sabe explicar porque tem desejo sexual por outras pessoas que não o cônjuge, chegando, em muitos casos, até a trair. Converse com seu marido, mas seja sábia e amigável, pois a hostilidade não resolve nada: "A resposta branda desvia o furor, mas a palavra dura suscita a ira" (Pv 15.1). Mostre-lhe o quanto é importante para vocês que isso não aconteça mais. Afinal, basta que ambos não abram e-mails suspeitos, para não infectar o computador e o coração.


PERGUNTAS RECENTES

> Pedido de oração

Pedido de oração