ongrace.com

> Missionário Responde

12/12/2004 - jesus e o ladrão - Dúvidas Bíblicas

Missionário li a pergunta abaixo e a sua resposta e fiquei ainda mais confusa... depois da crusificação Jesus não desceu ao Inferno para pagar os nossos pecados e pegar as chaves do inferno? Afinal de contas pra onde ELE foi? Missionário, ajude-me a entender: Jesus havia dito, no momento da crucificação, ao ladrão que jazia ao seu lado: " AINDA HOJE ESTARÁS COMIGO NO PARAISO " e sabemos que ele só ressucitou ao terceiro dia, e demorou ainda mais tempo para ascender aos céus, ao paraíso. O "hoje no paraíso" deve ser interpretado no sentido figurado? Ou o espirito de Jesus (e também o do ladrão) no mesmo dia já estavam no paraiso? Resposta: O Paraíso é o terceiro céu (2Co 12.2-4), para onde foi o espírito do Senhor Jesus no momento da Sua morte (Lc 23.46). Seu corpo ficou na sepultura por três dias e, depois de ressuscitado, foi para o céu na ascenção, que se deu cerca de 40 dias após a ressurreição. Ou seja, no momento em que morreu, o Senhor Jesus e o ladrão salvo foram para o Paraíso, que não tem nada de figurado, é o estado intermediário em que o espirito dos mostos em Cristo aguardam a ressurreição (1Co 15; 1Ts 4.8ss).

Resposta:
Não há confusão alguma, a vitória suprema do Senhor Jesus sobre o pecado se dá com Seu sacrifício na cruz, não depois, no inferno. No exato momento de Sua morte, Ele esmaga a cabeça da serpente e toma as chaves do inferno das mãos do inimigo. Ele mesmo declara que entregava Seu espírito nas mãos de Deus, como poderia ir sofrer as agruras do inferno? (Lc 23.46). Sim, a Palavra diz que o Senhor pregou aos espíritos em prisão (1Pe 3.18s), mas como vencedor, não como integrante daquele mundo (Sl 16.10; At 2.27). Isso aconteceu NO MESMO DIA em que Ele morreu, ou seja, o Senhor Jesus vai para o Paraíso, atravessa o grande abismo (Lc 16.26) triunfantemente, pois Sua morte já lhe dera as chaves do cativeiro. Depois de apregoar Sua vitória sobre o pecado, Ele volta ao Paraíso até o momento de Sua ressurreição.


PERGUNTAS RECENTES

> Pedido de oração

Pedido de oração