ongrace.com

> Notícias

Morte e ressurreição do Salvador, o real propósito da Páscoa

15/04/2017


Longa-metragem retrata a vida e morte de Jesus Foto: Divulgação

Lançamento da Graça Filmes reforça a importância da festa cristã e lembra o verdadeiro motivo para sua celebração.

Momento de busca intensa a mudanças na maneira de pensar, agir e falar, abandonando o pecado, a falta de fé e tudo que nos distancia do Senhor. Esta é a reflexão que a ressurreição de Jesus e sua vitória sobre a morte e o pecado trazem na Páscoa. A celebração da data traz a mensagem da salvação, amor, reconciliação entre o homem e Deus e a esperança de uma vida renovada.

O filme O Salvador, próximo lançamento da Graça Filmes no Brasil, mostra o amor extraordinário do Altíssimo pela humanidade através dos atos e dos ensinamentos de Jesus Cristo. O longa aborda aspectos importantes para a caminhada cristã, dentre eles, os milagres de Jesus, as pregações por meio de parábolas, a traição de Judas, a comunhão na Santa Ceia, os momentos finais do Senhor na cruz e a Sua gloriosa ressurreição.

De acordo com o pastor da Igreja Internacional da Graça de Deus Wanderlei Bastos, os caminhos de Deus não são os caminhos do homem, e a Sua salvação não é evidenciada na carne; manifesta-se apenas no espírito. “Cristo veio para morrer, para ser sacrificado. O caminho para a cruz está cheio de perigos e armadilhas, mas Jesus – o Salvador – venceu a morte e ressuscitou! E esse é apenas o começo de um novo tempo para os filhos de Deus”, afirma.

Para Wanderlei, várias passagens bíblicas evidenciam o amor de Deus pela humanidade. “Sem dúvida, o fato de ter entregue Seu filho para ser crucificado foi o maior de todos os gestos. A morte do Messias representa o fim dos sofrimentos e a vitória sobre a morte e o pecado. A sua ressurreição simboliza o início de uma vida nova, baseada na vontade de Deus. Todo aquele que aceita a morte e ressurreição de Jesus passa da morte para a vida, das trevas para a luz”, explica.

Para os cristãos, a data representa o ressurgimento da vida. Entretanto, a festa ganhou um enfoque comercial nos últimos tempos. “Não temos nenhuma objeção ao consumo de chocolate. Mas, no Antigo Testamento, os hebreus celebravam sua libertação do Egito, com ervas amargas, para lembrarem a aflição e humilhação pela qual passaram como escravos”, lembra Bastos. Atualmente, o doce sabor simboliza a Páscoa. Para o pastor, isso pode ser perigoso para a sociedade. “O ser humano está esquecendo o maior de todos os acontecimentos da história: a morte e ressurreição do Salvador”, conclui.

* Clique e assista ao trailer oficial do filme.

Fonte: Graça Filmes

Por: Paula Marinho (estagiária)
Supervisão: Leonardo Sousa

 

Produtos que abençoam vidas!

Busca de produtos
Ongrace.com • O site do povo de Deus.