27/07/2013 - SE VOCÊ FOR FIEL…

E amar-te-á, e abençoar-te-á, e te fará multiplicar, e abençoará o fruto do teu ventre, e o fruto da tua terra, e o teu cereal, e o teu mosto, e o teu azeite, e a criação das tuas vacas, e o rebanho do teu gado miúdo, na terra que jurou a teus pais dar-te.

Deuteronômio 7.13

Tudo começa quando ouvimos falar das obras que o Senhor fez em nosso favor, ou que nos manda fazer. Se cumprirmos Suas ordens, Ele guardará o Concerto e a beneficência que jurou aos nossos pais na fé. Então, passará a nos amar – a ter em Sua memória as promessas que fez a nosso respeito e a cumpri-las. Porém, se formos desleixados e não dermos a importância devida ao que Ele fala, nada nos será feito.

Ao nos amar, Ele nos abençoa. Ora, quem tem o favor divino pode seguir em frente sem se importar com as circunstâncias, pois a bênção irá acompanhá-lo em qualquer situação. Por isso, os que servem a Deus não precisam desesperar-se com as notícias que os alarmistas gostam de dar. Para os salvos, o céu será sempre “de brigadeiro”, sem turbulências. Afinal, os vencedores de Deus não se assustam com as mentiras do diabo.

A promessa é que multiplicaremos. Portanto, qualquer diminuição significa que estamos fora do foco divino; temos de nos multiplicar em todos os sentidos. Não há razão para os salvos se deixarem invadir com pessimismo, com mentiras de que, por algum motivo, não poderão obter o que foi prometido. Eles sabem que a Escritura diz que os dons de Deus são sem arrependimento (Rm 11.29). Os crentes sempre seguem em frente.

Os nossos filhos são abençoados, pois são frutos do nosso ventre. Além disso, o que produzimos em nosso trabalho também recebe a bênção de Deus, pois vem do nosso interior. A promessa abrange todo o nosso ser, e, com isso, não há nem haverá uma só vez em que seremos esquecidos. Tudo o que nos diz respeito tem a bênção divina e, por isso, será valorizado sempre. Vale muito crer em Deus e servir-Lhe com alegria e bondade de coração (Dt 28.47).

As revelações que conseguirmos no Evangelho são dádivas, mas Deus promete abençoá-las ainda mais. Na verdade, abençoará tudo o que nos for concedido, como a revelação da Palavra, a comunhão no sangue de Cristo, a unção do Espírito Santo e a obra dos nossos auxiliares e dos que são afeiçoados a nós – tudo isso no Evangelho que abraçamos. Todas estas coisas irão cumprir-se pelo fato de crermos nas Boas-Novas.

Ciente de tudo isso, não vale a pena servir ao Senhor? Por que deixar o manancial de águas vivas e cavar cisternas rotas, que não retêm água alguma (Jr 2.13)? Em Jesus, temos mais do que suficiente para suprir as nossas necessidades. Mas só seremos contemplados com tudo isso se crermos no que o Senhor fala. Que tal tomar a sua decisão agora, já que ela conta muito?

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares