03/12/2015 - DIA DE VERGONHA EM ISRAEL

Vendo, pois, os homens de Israel que estavam em angústia (porque o povo estava apertado), o povo se escondeu pelas cavernas, e pelos espinhais, e pelos penhascos, e pelas fortificações, e pelas covas.

1 Samuel 13.6

Quem não se prepara para servir ao Senhor pode tomar decisões muito vergonhosas para si mesmo e a comunidade. O pior é que, ao correr das batalhas, estará retrocedendo e, por isso, Deus não terá prazer nele. O que ocorreu com os israelitas diante dos filisteus foi tremendamente feio, pois, estando eles armados pelo Onipotente para guerrear as Suas guerras, fugiram apavorados. Isso não é bom!

O inimigo é impiedoso e, quando resolve atacar, age com toda a sua capacidade. No entanto, isso não deve significar nada para nós, porque, ainda que todo o Inferno se levante e se lance contra a nossa vida, o Espírito do Senhor arvorará a Sua bandeira contra ele, e, então, o inimigo correrá. Fique firme na Palavra que o Altíssimo lhe enviou, pois nela há o poder necessário para fazer de você alguém muito especial: um verdadeiro vitorioso.

É preciso estar preparado segundo as Escrituras para não deixar o maligno fazer você recuar, o que será uma vergonha para Deus e para seus irmãos. Na hora do combate, o diabo o tentará usando a Palavra, como fez com Jesus, e, tal como Ele – que, por estar dentro da vontade divina, soube responder –, você também desfará os intentos do derrotado. Não se deixe vencer por nenhuma mentira do inimigo, mas vença-o com o que está escrito.

Saul se alegrou com a vitória de Jônatas sobre os filisteus e, por isso, mandou que divulgassem a notícia por todo o país; afinal, há muito tempo aquele povo queria se libertar das opressões que os inimigos lhes infligiam (1 Sm 13.3,4). No entanto, era preciso, em primeiro lugar, ensinar as técnicas de guerra aos israelitas, porque, sem saber como proceder ante o poderio que Deus lhes dera, eles retrocederiam; porém, deveriam lutar até obterem a vitória.

Precisamos ter cuidado para não fazermos as guerras do Senhor de qualquer modo e não usarmos pessoas que ainda não estão maduras na fé, pois, quando a batalha estiver no auge, os que não conhecem a Deus retrocederão. Entretanto, os que sabem em quem confiam nem atenção darão ao diabo e, por isso, vencerão e libertarão os cativos de Satanás. Essa é a luta do dia a dia, a qual devemos vencer sempre.

Os israelitas encontraram os lugares mais absurdos para se esconder, até mesmo as covas na terra (v. 6,7). As batalhas não são ganhas com fanfarras, mas com a fé no único e verdadeiro Deus. Quem não está firme no que Ele disse treme e, assim, procura “salvar a própria pele”. No entanto, os que guerreiam as guerras do Senhor não têm de salvar pele alguma, pois nada nem ninguém poderão lhes fazer mal. Aleluia!

Roboão perdeu grande parte do reino por não se preparar para servir ao Altíssimo; da mesma forma, quem não se aprofunda no conhecimento bíblico também vê parte do seu “reino” se perder. Esteja sempre consciente de que é o Senhor quem vai à sua frente.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares