05/12/2015 - REPOUSO DE TODOS OS INIMIGOS

Mas passareis o Jordão e habitareis na terra que vos fará herdar o SENHOR, vosso Deus; e vos dará repouso de todos os vossos inimigos em redor, e morareis seguros.

Deuteronômio 12.10

Os israelitas foram tirados do cativeiro e levados a Canaã sob as orientações divinas, mas teriam de ultrapassar o rio Jordão para entrar e possuir a terra que manava leite e mel. Da mesma forma, os que aceitam Jesus como Salvador são tirados do império das trevas; porém, se não nascerem de novo – passarem o Jordão –, não estarão no Reino de Deus. Veja qual é o seu Jordão e atravesse-o.

Após passar o rio para a Terra da Promessa, eles teriam de guerrear contra as nações que ocupavam aquele território por centenas ou milhares de anos. Isso mostra que só os valentes se apoderam do Reino dos Céus. Os israelitas teriam de seguir as ordens que lhes seriam fornecidas e, ao entrar em Canaã, deveriam expulsar os seus moradores e ocupá-la. Faça o mesmo no Evangelho!

Era verdadeira a palavra de que Deus os faria herdar aquela região, mas ainda não a tinham possuído. Para tomar posse dela, eles teriam de prestar atenção às instruções do Senhor. Para tomar posse do Reino, todos precisam completar o ciclo do novo nascimento – arrependimento, batismo nas águas e no Espírito Santo.

As pessoas que habitam o Reino de Deus experimentam um repouso em relação aos inimigos ao redor delas; assim, já não podem ser tocadas nem destruídas pelo maligno, desde que não se desviem da Palavra. Aqueles que se unem ao Altíssimo tornam-se um com Ele e, então, como o Senhor é um Fogo Consumidor, ao serem salvos, tornam-se membros desse Fogo, e o diabo não consegue mais tocar neles. A fé em Cristo é linda, não é verdade?

A promessa que valia para os israelitas de que morariam seguros, tão logo entrassem em Canaã, era um aviso do que nos aconteceria ao entrarmos na Terra da Promessa – o Evangelho. Hoje, não há como sermos incomodados pelo diabo e dominados por suas tentações nem cairmos em suas armadilhas. O Senhor nos guarda de todo mal, mas, para que isso ocorra sempre, precisamos nos manter separados de todos os pecados.

Ao crermos em Jesus, passamos a residir no Reino de Deus e, então, por mais que o maligno tente nos atacar, podemos ficar seguros de que a mão de Deus não deixará que ele nos atinja. Existe uma clara divisão entre quem, de fato, é salvo e quem ainda se encontra sob o domínio do maligno. O responsável por essa divisão é todo aquele que aceita a salvação, pois, para que ela seja real, ele tem de assumir o seu lugar no Senhor.

O repouso é real, pois estamos guardados pelo Muro de Fogo. No entanto, se deixarmos o caminho do bem, alguma coisa ruim nos acontecerá. A cada dia, fortaleça-se na fé e, quando algum mal vier, no mesmo instante, repreenda-o em o Nome de Jesus.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares