24/12/2015 - A PARADA EM BERSEBA

E partiu Israel com tudo quanto tinha, e veio a Berseba, e ofereceu sacrifícios ao Deus de Isaque, seu pai.  

Gênesis 46.1

Saber que José vivia levantou o ânimo de Jacó. Afinal, desde que lhe disseram que o rapaz fora atacado por um animal selvagem, o seu espírito andava triste. Ele não podia entender como Deus permitira que José tivesse sido morto, pois as profecias do Senhor a respeito daquele filho deveriam ser cumpridas. Talvez, Jacó sempre se perguntava sobre o que havia de errado; porém, o testemunho do Altíssimo lhe dizia que nada de mal havia sucedido.

É bom confiar nas declarações de Deus sobre nós e os demais que nos cercam, pois o plano divino sempre se realiza. Se José estivesse morto, como aquele pai teria paz ou encontraria explicações? A Palavra teria falhado? Isso nos ensina a nunca nos iludirmos pelas aparências, porque o que deve prevalecer são as palavras do Senhor.

Jacó resolveu partir para se encontrar com José, mas, antes, tinha de ir a Berseba, local de grande significado para ele. Enquanto Isaque, seu pai, esteve com o rei de Gerar, ele prosperou muito, e isso fez com que esse rei pedisse que Isaque abandonasse sua terra, pois ele ficara mais poderoso que o seu povo. Houve a contenda dos poços entres os pastores do seu pai e os dos filisteus, o que fez Isaque mudar-se para Berseba, onde Deus lhe apareceu e lhe fez promessas (Gn 26.23,24).

Ao oferecer sacrifícios ao Deus de seu pai, Jacó recebeu ordens e promessas do Senhor, inclusive que não temesse ir para o Egito (Gn 46.3). Então, partiu com tudo o que tinha. Isso nos ensina que, ao sairmos em obediência a Deus, devemos levar conosco nossos sonhos, desejos e demais coisas que possuímos. Na empreitada que o Pai nos dá, precisaremos dos dons, do poder e da unção dEle. Jamais saia de mãos vazias para cumprir as ordens do Altíssimo.

Os dons concedidos por Deus têm de ser como instrumentos que sempre devem estar polidos e ungidos, para que, quando necessário, tenhamos a oportunidade de usá-los para a glória dEle. Quem deixa o azeite acabar não entrará na festa de Jesus. Os que se preparam para cumprir o que lhes foi ordenado descobrem que Deus os preparou muito antes de lhes dar a missão. Por isso, nunca se comprometa com pecado algum, mas fique firme no que lhe foi ministrado.

Onde você encontrou Deus, você O encontrará de novo. Portanto, não descarte nenhuma experiência que teve com Ele. O local que você achou na Palavra de Deus é onde você e os seus devem orar e oferecer sacrifícios de justiça – seus louvores –, porque, ali, Ele sempre estará para abençoá-lo. Não fique mudando de casa em casa, pois o Senhor está na revelação que Ele lhe deu, com todo o Seu poder para fazer de você uma bênção.

O que Jacó ouviu em Berseba foi a confirmação do que já havia sido dito a Abraão, a Isaque e a ele mesmo. Ao passar pela mesma experiência, você recobrará o ânimo e prosseguirá em seu chamado. Ora, Aquele que o salvou e lhe fez as promessas é fiel para cumpri-las.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares