27/02/2016 - A MEDIDA DA RETRIBUIÇÃO DO SENHOR

Retribui-lhes segundo as suas obras e segundo a malícia dos seus esforços; dá-lhes conforme a obra das suas mãos; envia-lhes a sua recompensa.     

Salmo 28.4

Viver na impiedade é ter um vislumbre do que será a separação eterna de Deus, pois a pessoa não sente mais a presença do Senhor e, ao mesmo, sabe que Ele é real, bom e poderoso para resolver todos os problemas. Na verdade, ela só ainda não está provando do pranto e do ranger de dentes, das chamas imortais e do suplício eterno. Não há comparação com quem vive em comunhão com o Pai, porque essa pessoa, a todo momento, é abençoada.

O ímpio se deixa levar pelo diabo e, conscientemente, usa de malícia para prejudicar alguém e, muitas vezes, esforça-se para ver algum salvo pecar. Ele não sabe que receberá de volta o mal que fez ao outro, segundo a maldade de seus esforços. Nem sempre aquele que desonra um lar terá o seu desonrado; porém, ele pagará o preço da dor que causou.

Tudo o que for feito para desviar ou prejudicar alguém será retribuído de igual modo. Se você tem sido tentado a fazer algo fora dos preceitos bíblicos, dê meia-volta e peça que o Altíssimo lhe perdoe. Do contrário, quando menos esperar, amargará a crueldade dos demônios, pois, sob ela, passará a eternidade sem chance de arrependimento.

A oração de Davi é exemplo do que os maldosos receberão. A recompensa de suas atitudes será dada; afinal, de Deus ninguém zomba. Se continuarem no engano, receberão a devida punição. Aquele que pecou deve buscar o perdão e, quando orar, se sentir que alguém tem alguma coisa contra ele, precisa procurar tal pessoa e compor-se com ela. Saiba que a justiça divina é imparcial.

Só há uma saída para quem se deixou levar pela impiedade: arrepender-se e voltar aos pés do Altíssimo. O Senhor avisa que é justo e jamais esconderá a transgressão de ninguém. O indivíduo que não quer ser flagrado no erro e envergonhado por isso não deve ceder ao mal. Se já o praticou, tem de se acertar com o Pai celestial e com quem prejudicou. Só o perdão desfaz o pecado.

Erra muito quem não atenta para o que as mãos do Senhor tem feito. Só o fato de Lhe dar atenção o levaria ao arrependimento. Nas obras do Senhor, há lições valiosas que o mais tolo dos humanos entenderá. Não diga apenas obrigado pelo que Deus lhe fez, mas examine e veja o quanto Ele trabalhou para que você fosse abençoado. O amor dEle para com você é maior do que a sua iniquidade, por isso busque consertar-se.

Os que teimam em permanecer na impiedade serão derribados e não mais reedificados. Portanto, antes que o sol se ponha sobre o seu erro e você não mais possa ser perdoado, ore para se livrar desse espírito maléfico. Se ele continuar em seu coração, você não verá a bondade do Senhor. Não desperdice a sua oportunidade.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares