17/02/2017 - NO LUGAR DETERMINADO

E moveu-se dali para a montanha à banda do oriente de Betel e armou a sua tenda, tendo Betel ao ocidente e Ai ao oriente; e edificou ali um altar ao SENHOR e invocou o nome do SENHOR.

Gênesis 12.8

Fomos chamados para seguir Jesus, por isso não devemos deixar de atender aos toques dados por Ele ao nosso coração. Estamos de passagem, então jamais façamos como algumas pessoas que se recusam a sair da terra onde nasceram. Ora, importa obedecer às ordens do Santo Espírito! Agindo assim, por certo, encontraremos bênçãos à nossa espera. Creia e tome posse!

Mova-se para onde o Senhor orientá-lo. Quando O ouvimos, chegamos aonde Ele quer; caso contrário, nós nos desviamos, e, então, não há como ter a presença dEle conosco. Obedeça a Deus, ainda que isso lhe custe o desprezo de alguém. Certifique-se de que realmente é o Senhor quem o está movendo, e não a sua mente ou outra pessoa. O Altíssimo fala pela Palavra, e, se estivermos em comunhão, nosso coração se alegrará.

Betel foi uma grande influência na trajetória de Abraão e, depois, na de Jacó e continuou a ser na dos outros descendentes. O que Deus faz hoje, sem dúvida, ajudará você e os seus, até mesmo depois da sua partida. Não podemos escolher o lugar onde Deus nos usará nem as pessoas a quem Ele nos envia. Ao seguir a direção divina, você tem o poder que o Pai já lhe dispôs; porém, se não segui-la, você caminhará sem a assistência celestial.

Ao chegar a Betel, Abraão armou sua tenda, demonstrando disposição para ficar por lá até ouvir nova orientação. Vá com todo o seu coração e todas as suas forças aonde Deus enviá-lo, porque há algo bom para você fazer lá. O patriarca se estabeleceu entre a casa de Deus (Betel) e Ai, a cidade real dos cananeus, a qual significava montão de ruínas. Seria profecia?

Não foi por acaso que Abraão fora chamado, e sim por decisão do Onipotente, o qual Se baseou na resposta do patriarca às Suas ordens, muito antes de lhe ter ordenado ir para um lugar que lhe seria revelado. Então, como era de seu costume, edificou ali um altar ao Senhor. Quando aprendemos algo dos Céus, devemos pô-lo em prática, porque, sem dúvida, o Todo-Poderoso não nos orientaria à toa. É bom nunca deixar de cumprir a ordem de Deus.

Não basta construir o altar e louvar ao Senhor nele; é necessário realizar, principalmente, a sua missão. Após erguê-lo, Abraão invocou a Deus. Entende-se com isso que ele fez uma aliança com o Altíssimo, dizendo-lhe que aceitava as novas revelações. Do mesmo modo, peça ao Pai recursos e poder para a realização de tudo o que Ele mostrar. Fique atento, vigiando e executando as ordens do Alto.

O resultado da obediência e da sabedoria de Abraão foi visto no que lhe sucedeu depois dessa decisão. Ele foi guardado e prosperou material e espiritualmente. Com 308 servos nascidos em sua casa, o patriarca derrotou quatro reis vitoriosos. Aleluia!

Em Cristo, com amor, 

R. R. Soares