09/06/2017 - INIGUALÁVEL NO CUMPRIMENTO DE SUA MISSÃO

Nem semelhante em todos os sinais e maravilhas, que o SENHOR o enviou para fazer na terra do Egito, a Faraó, e a todos os seus servos, e a toda a sua terra.

Deuteronômio 34.11

As respostas obtidas por uma pessoa em suas orações demonstram que ela é de Deus e anda com Ele. Ela não precisa fazer propaganda do seu ministério nem de si mesma. Na verdade, o Altíssimo decide quando começa a engrandecer alguém ante os olhos do Seu povo, como ocorreu com Josué e tantos outros. Há tempo para tudo, só não há para pecar ou deixar de fazer a vontade divina. Após serem provados, os fiéis são exaltados por Ele.

Do Senhor é a prerrogativa de levantar ou abater alguém, por isso devemos apenas orar para Ele nos mostrar o Seu escolhido, o qual estará à frente do Seu trabalho, até Ele dizer que o tempo dessa pessoa terminou. Ser achado fiel cumpridor da missão dada pelo Pai fará de você alguém de destaque no mundo espiritual, quando as suas súplicas receberão dEle a solução. A Ele seja toda a glória!

Por certo, a obra divina não é uma empresa, na qual o patriarca escolhe quem, dentre os seus filhos, irá sucedê-lo. Também não é um partido político aprovado pela maioria, porque determinada pessoa prometeu fazer algo por quem se considera dono daquela agremiação. O Senhor dirige os líderes da Sua obra, e estes precisam executar suas tarefas com todas as forças, a fim de não serem achados em falta.

O homem de Deus prova a sua chamada por aquilo que o Senhor faz pelas mãos dele. Há situações nas quais até lenços e aventais são usados para curar os enfermos. No entanto, se quem é usado pelo Altíssimo permitir que a cobiça e demais defeitos assumam a direção de seus atos, será desclassificado. Pior será o prejuízo causado ao Evangelho, porém, um dia, dará contas de sua má conduta.

Ninguém ainda tinha conhecido essa capacidade do Senhor de enfrentar o maior império daquela época e desmoralizá-lo, fazendo o rei daquela nação liberar o povo escolhido, sem que nenhum israelita morresse por causa dessa saída extraordinária. Eram cerca de três milhões de hebreus vivendo no Egito na condição de escravos. Eles simbolizam as pessoas que ainda não conhecem Jesus, pois estão presas nas mãos de Satanás.

Ainda temos muito a aprender do Senhor, para vermos feitos grandiosos em nosso meio. A volta de Jesus se aproxima, por isso o diabo, sabendo que lhe resta pouco tempo, investirá contra o povo de Deus com toda a sua fúria. Porém, o Pai fará maravilhas pelas mãos de quem crer nEle. Então, prepare-se para enfrentar a fúria do diabo, vivendo longe de pecados e em plena comunhão com o Todo-Poderoso.

O Pai celestial ordena que façamos hoje em favor dos perdidos e também dos Seus servos aquilo que Moisés realizou. Precisamos tirar das garras do diabo aqueles que aceitam a Palavra de Deus e, depois, cuidar deles com poder. Uma vez salvos, o inimigo não pode mais tocar neles. Ofereça-se ao Senhor e seja um instrumento dEle.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares