02/08/2017 - OBRAS DE DEUS

Tu nos meteste na rede; afligiste os nossos lombos.

Salmo 66.11

Como ocorreu com Jesus, após o batismo no Jordão, Deus nos leva ao deserto para provar a nossa fé, a fim de que mostremos o que viemos fazer no Seu Reino (Lc 4.1). O Salvador foi testado como preparação para o que enfrentaria no dia a dia do Seu ministério. Da mesma forma, temos de ser aprimorados para cumprir a vontade divina. A nossa missão pode ser alargada, ou reduzida, dependendo de como nos comportamos nas provas.

O salmista afirma que Deus deixou os israelitas caírem em armadilhas. Conosco coisa parecida acontece, mas ser tentado não significa ser pecador. Após ser afligido pelo diabo, não temos notícia de que o Mestre tenha pedido perdão pelo que Lhe sucedeu, e a Bíblia diz que o Senhor foi tentado em tudo (Hb 4.15). Se, de todos os lados, surgem propostas indecorosas, alegre-se e fique firme na fé, pois, ao atravessar as provas, você mostra que ama o Altíssimo.

O laço do caçador não consegue prender quem é liberto por Jesus (Sl 124.7). Em alguns casos, a pessoa chega perto da linha do abismo, mas, se realmente ela for de Deus, permanecerá na presença do Onipotente. Fale sobre a sua situação com o Pai celestial e peça-Lhe ajuda; afinal, quem recorrer a Ele receberá auxílio (Mt 21.22). O diabo não tem capacidade de criar uma armadilha, a fim de nos tirar das mãos do Senhor!

A provação que Deus nos permite enfrentar é para nos afinar, preparando-nos para missões futuras. Agora, se a prova o faz ficar desesperado, repreenda-a e mande-a embora. Assim, Satanás não o destruirá. Verifique o que está em seu coração e de que maneira enxerga as ofertas do inimigo. Lembre-se: na provação, Deus nos purifica como se faz com a prata (Zc 13.9).

Quando o Altíssimo está nos provando, muitas vezes, as cargas colocadas sobre nossas costas são pesadas. Elas oprimem como se não houvesse um meio de escapar delas, e é difícil ter um peso sobre nós. Mas não deixe o maligno pôr as palavras dele em sua boca. Se o desejo de fraquejar for forte, não se entregue, mas confesse que há jeito, porque Deus é maior do que tudo.

Em vários momentos, os israelitas disseram que parecia que homens cavalgavam sobre as suas costas. No entanto, depois da provação, viram que Deus os guardou. A vitória lhes trouxe mais do que poderiam esperar. Não importa o modo de o Senhor prová-lo; sendo Amor, Ele jamais deixará que o mal o derrote. Com a tentação, Ele sempre dá o escape (1 Co 10.13). O futuro de quem é instruído na Palavra será bem melhor do que a sua preparação.

Mesmo passando pelo fogo, você não se queimará, como Deus prometeu. Assim sucedeu com os três jovens hebreus na fornalha de Nabucodonosor, aquecida sete vezes mais que o normal (Dn 3.26). Se estiver passando pelas águas, elas não o submergirão (Is 43.2) e, no final, você terá a abundância do Alto. Portanto, alegre-se e louve o santo Nome do Senhor. Ele o presenteará com a vitória, e você O glorificará.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares