18/09/2018 - O CONCERTO QUE DEUS FEZ CONOSCO

Este é o concerto que farei com eles depois daqueles dias, diz o Senhor: Porei as minhas leis em seu coração e as escreverei em seus entendimentos, acrescenta.

Hebreus 10.16

Na Nova Aliança, o Espírito Santo testifica que a mensagem do Evangelho merece total confiança. Todo cidadão que ouve a pregação das Escrituras sente que a mensagem bíblica lhe diz respeito. Alguns só não se convertem por não amarem o Senhor. Assim, além de não darem a Deus o devido lugar em seu coração, deixam de obter a salvação e, por causa disso, sofrerão eterna condenação.

O Altíssimo anunciou que o concerto feito com os filhos de Jacó, depois daqueles dias, seria completo. Por meio dele, o Senhor os libertaria das trevas, iria lhes dar as bênçãos de Abraão, faria deles um povo particular e não Se envergonharia de ser o Pai deles. No Evangelho, não somente nos agregamos a Deus, como também passamos a ser, de fato e de direito, novas criaturas (2 Co 5.17), sem qualquer condenação.

Com as leis do Altíssimo em nosso coração, não mais erraremos o Caminho. Hoje, ao ouvirmos falar de algo bíblico, sentimos como se aquilo residisse em nós. Na verdade, isso já existe e, então, não precisamos fazer um esforço tremendo para entender a Palavra, mas somente meditar nela. Ao tomarmos essa atitude, o Santo Espírito nos ensina o que nos foi dado e, de um momento para o outro, sabemos como agir para agradar a Deus.

Antes de o novo nascimento acontecer em nossa vida, não era desse modo que agíamos. De toda a pregação entendíamos um pouco, mas não com a mesma fé que hoje nos domina, fazendo-nos obedecer ao Senhor e nos livrar das dificuldades. Um dos maiores dons é ouvir a voz de Deus e crer nela. Assim, passamos a viver fora do alcance do diabo, conforme o Altíssimo planejou que Lhe servíssimos.

Na segunda parte do versículo estudado, Deus prometeu escrever as Suas leis em nosso entendimento. Isso é bom, pois, dessa maneira, andamos com Ele, realizando as mesmas obras de Jesus. A caminhada com Cristo é da maior importância, mas, se não prestarmos atenção às revelações do Senhor, não escaparemos das tentações e, em pouco tempo, estaremos mais perdidos do que quem nunca ouviu o Evangelho. 

O Senhor escreveria Suas leis em nossa mente, tornando-nos completos em Cristo. Somos o povo eleito do Senhor (1 Pe 2.9), desde que desfrutemos do direito de sermos feitos filhos de Deus. Quem somente busca cura ou a solução de algum problema logo se afastará da igreja e caminhará como a maioria: pela porta larga e na espaçosa via. Creia: o que nos muda é o temor de Deus em nosso coração, amando-O de verdade.

Por fim, no versículo 17, o Senhor promete jamais Se lembrar dos nossos pecados. Isso é tudo o que podíamos esperar. Sem a lembrança do pecado, Ele não Se recusará a ir à nossa frente para derrotar o inimigo. Não temos mais o sentimento de indignidade. Aleluia!

Em Cristo, com amor, 

R. R. Soares