07/12/2018 - MATERIAL VERSUS ESPIRITUAL

Porque os seus discípulos tinham ido à cidade comprar comida.

João 4.8

Os discípulos de Jesus ainda não eram nascidos de novo, nem salvos na total acepção da palavra. Por isso, o Senhor disse a Pedro que, quando ele se convertesse, deveria confirmar  fortalecer  seus irmãos (Lc 22.32). Da mesma forma, podemos afirmar que grande número dos então membros das igrejas pelo mundo ainda não são completamente de Deus; se fossem, resistiriam para não cair em pecado. É preciso vigiar e orar!

Judas Iscariotes é o exemplo mais claro de quem andava longe da conversão. Sendo o tesoureiro da missão de Jesus, tinha a bolsa de dinheiro com ele e, de vez em quando, roubava algum valor para satisfazer o seu apetite carnal. Então, chegou o dia em que lhe ofereceram uma alta quantia  trinta moedas de prata  para entregar o Mestre. Judas não pensou duas vezes e se corrompeu, mas, depois, arrependido, enforcou-se com uma corda (Mt 27.1-5). Ele escolheu o triste destino!

Paulo cita alguns que o ajudaram na obra, mas atenderam à tentação e o prejudicaram bastante. Houve Alexandre, o latoeiro, que lhe causou grandes males, e, por isso, receberia de Deus a punição pelo seu ato (2 Tm 4.14). Outro Alexandre e Himeneu também causaram muitas dores ao apóstolo, os quais foram entregues a Satanás para aprenderem a não mais blasfemar (1 Tm 1.20). Essas pobres vidas tiveram um futuro devastador!

O diabo ronda os fracos, porque estes não têm domínio próprio nem exercem a autoridade outorgada a eles contra o maligno. Desse modo, tornam-se presas fáceis nas mãos do inimigo. Daqui a bilhões de anos, ainda estarão no tormento. Por que agem assim? Por que se deixam dominar por quem não teme o Senhor, insurgindo-se contra a verdadeira sabedoria?

Os discípulos de Cristo tinham muito a aprender, mas, ao chegarem ao poço de Jacó, deixaram o Mestre sozinho e saíram para comprar comida. Sem dúvida, perderam a grande oportunidade de aprender algo de que precisariam mais tarde. Contudo, alguns podem pensar: “Será que Jesus tinha mais a lhes ensinar?”. A autossuficiência domina muitos e, por causa disso, essas pessoas perdem. Os discípulos, por exemplo, perderam detalhes da lição dada ali pelo Salvador!

Quem não entende o plano de Deus ignora o fato de que o material luta contra o espiritual. Quem não vigia quando chega a tentação ou ao ter de dar solução a um problema perde a chance de fazer a vontade do Senhor e nem percebe que Deus o levou àquele lugar para ser usado. Bom é ser como o profeta Eliseu, o qual não se afastou de Elias, pois pressentia estar próxima a sua hora de ganhar a porção dobrada do poder de Deus (2 Rs 2.9).

A recomendação é vigiar e orar, para não entrar em tentação. Não há preferidos nem preteridos na obra divina, por isso devemos escolher ficar com Ele. Cristo sabe agir em relação a quem é perseverante até o fim. Não importa se suas orações não têm sido respondidas; no momento certo, a resposta virá. O Onisciente nunca atende antes da hora!

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares