24/07/2019 - NÃO PROFANE O CONCERTO DO ALTÍSSIMO

Não temos nós todos um mesmo Pai? Não nos criou um mesmo Deus? Por que seremos desleais uns para com os outros, profanando o concerto de nossos pais?

Malaquias 2.10

Com esta mensagem, terminamos a série sobre o sacerdócio. Na verdade, há mais a ser explorado, mas fica para outras lições. A humanidade foi criada à imagem e semelhança de Deus, tendo sido formada de um só homem feito do pó da terra. Depois da queda de Adão, o Senhor não desistiu dos Seus sonhos e prometeu a vinda do Seu Filho, o qual pagou o preço da nossa redenção na cruz do Calvário. Agora, estamos livres!

Como nosso Idealizador, o Senhor tem a mente sábia, completa e boa, por isso merece o nosso total respeito. Nada seríamos se Ele não nos tivesse planejado. Quando Adão caiu em transgressão, o Altíssimo providenciou um meio legal de nos tirar das mãos do diabo, levando-nos a experimentar a liberdade perfeita.

Eis a pergunta lançada pelo profeta: “Se Deus é o Pai de todos, por que sermos desleais uns com os outros?”. Afinal, viemos dAquele cujo caráter é irrepreensível, nunca mentiu nem fez algo ruim. A Sua obra é perfeita! Por isso, devemos amar as pessoas sem qualquer distinção – cor da pele, situação financeira etc. –, porque todas têm o grande potencial diante do Senhor.

O sonho do Senhor para cada um de nós é distinto, mas isso não quer dizer que Ele planejou para mim algo maior e para você algo menor. Se O amamos, devemos ser amigos de todos, porque somos irmãos. As pessoas de bem não podem se deixar levar pelo inimigo; caso contrário, serão consideradas as mais rebeldes de toda a criação. Deus nos fez para a paz, o amor e a alegria, e não para o ódio.

A Aliança do Senhor com Abraão e a semente dEle – Jesus – foi-nos passada. Agora, somos detentores das promessas, tendo direito de viver livres das forças do mal. Acorde! Você é fruto de um planejamento completo para viver aqui no mais alto nível. No entanto, não explore o semelhante nem vire as costas a quem tiver alguma necessidade. Vigie e ore! Não perca a sua fé!

Quando amamos os nossos semelhantes, agradamos ao nosso Criador. Mas, ao nos tornarmos inimigos de alguém, o coração do Senhor Se entristece. Em o Nome de Jesus, faça o que puder fazer em favor de uma pessoa que está “no vermelho” com Deus e a sociedade. Isso muito alegrará o coração do Pai, o qual irá recompensá-lo no Juízo. Os que servem a Ele de nada têm falta. Aleluia!

A partir de hoje, busque as oportunidades para falar de Jesus aos aflitos e os que se perdem nos descaminhos da vida. Em se tratando de quem é nosso irmão em Cristo, é nossa obrigação fazer por ele o que faríamos para nós.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares