ongrace.com

> Mensagem de Hoje ...

16/10/2018 - A VITÓRIA DA VIÚVA

  • Envie por Email
  • Imprimir



Todavia, como esta viúva me molesta, hei de fazer-lhe justiça, para que enfim não volte e me importune muito. Lucas 18.5

Um dia, Jesus contou uma parábola a respeito do dever que pesa sobre todo ser humano: orar sem esmorecer. Ele usou como exemplo o ocorrido em certa cidade, onde havia um juiz iníquo que não temia a Deus nem respeitava homem algum. No entanto, ele se dobrou diante do pedido de uma viúva persistente. Alguns dizem que as parábolas contadas pelo Mestre eram exemplos criados para nos dar uma lição, porém eu creio que Ele falava de fatos reais.

Como Cristo era Deus com o Pai, Ele conhecia todas as coisas. Para mim, ao usar o ensino por meio de parábolas, Ele falava de eventos que haviam acontecido. O exemplo era vivo, pois jamais haveria engano em Suas palavras. Jesus sabia de situações que poderiam ser usadas para nos ensinar a andar no caminho de Deus. Quem tem juízo segue o Senhor e passa a ser vencedor.

A mulher não aceitou que um magistrado ímpio deixasse de julgar o seu caso. Isso nos mostra que nunca devemos abaixar a cabeça nem considerar perdida a nossa situação. Em que o juiz crê ou não pouca importa, porque o dever dele é fazer justiça. A viúva não levou em consideração o que ele dizia ou fazia, e sim o seu direito, por isso a insistência dela resultou em resposta positiva. Precisamos proceder assim. Deus é fiel!

Ao buscar pelo seu direito, a viúva importunou aquele homem mau. Quem você é ou o que faz na vida não importa. Se precisar de justiça, lute por isso, e, um dia, o juiz, iníquo ou não, tomará a decisão certa. Afinal, toda autoridade é ministro de Deus. Ore por quem vai dar o veredito sobre o seu pleito. Caso você tenha razão, abençoe essa pessoa.

Aquele juiz decidiu fazer justiça, para que ela não voltasse a molestá-lo. Do mesmo modo, se outros negarem o seu direito, eles darão conta de como proceder, caso você não se dê por vencido. Só há esse jeito de obter o que você pleiteia de modo limpo e justo, tendo a sentença de quem foi colocado na cadeira de julgamento. Ele pode ser iníquo, mas não aguentará a sua importunação.

O magistrado tinha consciência de que era melhor se curvar e julgar aquela causa. Não importa o quanto você tem de procurar uma autoridade para dar o seu direito; não abra mão dele de forma alguma. Deus não é mau, e fazer justiça é Seu contentamento sempre; portanto, ore e creia que será atendido.

Quantas vezes forem necessárias, vá ao Senhor e coloque as suas razões diante dEle. Também é bom não se deixar vencer pela maldade de Satanás, mas, a todo instante, repreenda-o, bem como seus demônios, exigindo que tirem as mãos do que lhe pertence. Então, de repente, você verá o problema resolvido. Quem confiar no Pai celestial sempre haverá de vencer. Qual será a sua atitude?

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Deus, nosso Advogado! Tu defendes a nossa causa, embora tudo mostre que não sairemos vencedores. Se temos direito, não sairemos prejudicados no julgamento. Ajuda-nos a não deixar nada nos afastar de Ti.

Sabemos que conseguiremos a Tua defesa e, assim, seremos galardoados com a decisão favorável. Não queremos andar fora da Tua presença nem desistir do que é nosso.

Estando diante de Ti, podemos lutar pelo que é justo. Assim, as Tuas boas palavras se cumprirão a nosso respeito e glorificaremos o Teu Nome. Tu és bendito, pois nos socorre e nos faz conquistar aquilo de que precisamos. Somos gratos por nos amares de verdade!

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

Missionário eu queria tirar mais esta dúvida com o senhor, uma pessoa que é Membro de uma Igreja, quer Dizimar mas q não tem condições de tirar 10% do seu dinheiro para...

O dízimo é uma questão de fé e obediência. A Palavra diz expressamente que a prática do dízimo traz bênçãos no sentido de multiplicar os recursos pagos no dízimo....

»VEJA MAIS