ongrace.com

> Mensagem de Hoje

01/10/2016 - A ASTÚCIA DO INIMIGO

  • Envie por Email
  • Imprimir
Eia, usemos de astúcia para com ele, para que não se multiplique, e seja o caso que, vindo guerra, ele se ajunte com os nossos inimigos, peleje contra nós e saia da terra. Êxodo 1.10


Depois da morte de José, os filhos de Israel se multiplicaram no Egito, de maneira que se viam hebreus por toda parte. Era a vontade de Deus sendo feita, como acontece hoje, pois, em várias nações, há um despertar para a Verdade. Porém, eles se esqueceram do Senhor e, com isso, o inimigo os perseguiu. Hoje, quando os salvos deixam de buscar o Altíssimo, a glória deles murcha, e a astúcia de Satanás surge e prevalece. Misericórdia!

Um novo rei que não conhecera José se levantou no Egito. Ele não sabia o quanto o filho de Jacó tinha sido importante para a existência daquela nação. Então, o diabo o fez ver que os israelitas eram muito mais poderosos do que os egípcios, e o rei se alarmou. Isso pode voltar a ocorrer hoje, pois, com o tempo, se os salvos perderem o contato com o Senhor, perderão a proteção dEle também. Com isso, as obras das trevas surgirão no meio deles.

Ao reconhecer a força dos descendentes de Jacó, o novo Faraó não achou isso nada bom, pois, se houvesse guerra, eles poderiam se unir aos inimigos e ajudá-los a derrotar o Egito. Então, o novo faraó reuniu os grandes do seu império para usarem de astúcia para com os hebreus. A desculpa sempre é a mesma. O que o diabo mais detesta é ver os salvos fazendo a obra de Deus e levando os perdidos à salvação. O erro é não estar em comunhão com o Senhor.

De início, os egípcios aumentaram os tributos para afligirem os hebreus e edificaram cidades de tesouros: Pitom e Ramessés. O propósito era barrar o crescimento do povo escolhido. Entretanto, quanto mais os filhos de Israel eram afrontados, mas se multiplicavam, e isso enfadava os egípcios. Não há como barrar o povo de Deus, porque ele sempre vê uma abertura dada pelo Senhor e, desse modo, continua se desenvolvendo. Há um propósito divino em todos os salvos. Amém!

De um lado, a situação piorava para os eleitos de Deus, pois foram forçados a servir a Faraó com dureza. Isso continuaria para sempre? Por certo, não. Se eles se voltassem para o Senhor e clamassem por liberdade, Ele os libertaria daquele jugo. O erro de muita gente é não buscar o Onipotente em seus momentos difíceis, quando tudo parece impossível e, aparentemente, não há saída. Porém, Jesus é a nossa perfeita Saída!

Quando os salvos se afastam do Altíssimo, o inimigo vê o que não deveria e, então, começa a oprimi-los. No entanto, se voltarem para a comunhão com o Todo-Poderoso, o qual faz até os adversários terem paz com eles, algo glorioso surgirá. Se você está em apuros, só há uma Solução, uma Porta estreita e um Caminho apertado para levá-lo à presença de Deus. Essa Porta é o seu escape; portanto, utilize-a.

A maldade de Satanás não tem limites. Faraó ordenou às parteiras que matassem os meninos recém-nascidos. Ele não sabia que estava sendo usado pelo diabo para impedir a vinda do Messias, como fazem muitos que perseguem a Verdade. Mas não há força que possa vencer o Senhor!

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Deus! Nada escapa ao Teu olhar, mas, se o Teu povo se distancia de Ti, como podes operar em favor dele. Sabemos que és bom e cumpres as Tuas promessas; porém, não podes agir se temos o coração fechado para Ti. Ajuda-nos!

Quantos estão passando por momentos delicados, cheios de sofrimento, e, mesmo assim, não Te procuram! Se voltassem o coração para Ti, Tu darias a cada um a libertação necessária. Oramos para que acordem e Te procurem, ó Libertador!

Ao fazerem conhecida diante de Ti a dor que sofriam, Moisés foi levantado por Ti para tirá-los da servidão. Quando alguém Te procura, Tu Te colocas em ação para lhe dar o livramento. Ouve o pedido deste leitor!

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

Sou divorciada há 10 anos. Meu divórcio se deu antes de conhecer o Senhor Jesus. Ele constituiu nova família. Mas a dúvida não é sobre divórcio. É o seguinte quero ser...

Nosso entendimento, com base na Palavra (1Co 7.7-9, 26-35) é que a pessoa pode fazer a obra de Deus sendo solteira ou casada. Se o apóstolo Paulo, inspirado pelo Espírito...

»VEJA MAIS