ongrace.com

> Mensagem de Hoje

29/02/2020 - A BEM-AVENTURANÇA DA FÉ

  • Envie por Email
  • Imprimir
Vem, pois, esta bem-aventurança sobre a circuncisão somente ou também sobre a incircuncisão? Porque dizemos que a fé foi imputada como justiça a Abraão. Romanos 4.9


A bênção da fé ainda está para ser descoberta, pois ela é completamente diferente de qualquer crença, das doutrinas propagadas sobre o que pertencem a nós, cristãos, e do respeito que se deve ter a Deus. Sem conhecer a fé demonstrada pelo Salvador nos dias de Seu ministério, perdemos as operações divinas como se via no início da igreja e agimos como religiosos.

Jesus veio nos dar o exemplo em tudo, desde o conhecimento a respeito do Pai até as orações a serem feitas pelos doentes, para que sejam curados, e pelos endemoninhados, para que sejam libertos. É pequena a diferença entre as declarações da Bíblia e as situações envolvendo aqueles que se dizem do Senhor. A maioria deles age como se desconhecesse os seus direitos em Cristo. Vale a pena aprendê-los e reivindicá-los.

Essa parece ter sido uma das grandes lutas de Paulo, em seus dias, com o povo de Deus. Muitos, depois de convertidos, agiam com religiosidade, quando, na verdade, deviam se portar como soberanos sobre todos os assuntos. O apóstolo ensinava: Estai, pois, firmes na liberdade com que Cristo nos libertou (Gl 5.1). Mas, por não entenderem os benditos ensinamentos das Escrituras, os salvos agiam como se fossem estranhos ao Senhor.

A Palavra é clara ao dizer que não recebemos as bênçãos por merecimentos ou outro fator (Ef 2.8), a não ser pela fé, que vem por darmos ouvidos à Palavra (Rm 10.17). Enquanto os filhos de Deus não aprenderem a usar a autoridade do Nome de Jesus, a qual o próprio ministrava para libertar as pessoas aflitas, eles não viverão na posição a que Ele os promoveu. O Salvador garantiu que fará tudo o que determinarmos em Seu Nome (Jo 14.13). Você crê nisso?

Muitos cristãos acreditavam que os circuncidados fisicamente tinham mais condições de receber as maravilhas do Senhor. Isso mostra que eles nada entendiam a respeito da fé. Do mesmo modo, há pessoas em nossas igrejas que, erradamente, acreditam assim. O que recebemos das mãos do Altíssimo nos é dado pela fé.

Não sabemos por que a circuncisão foi instituída, mas era uma ordenança para os meninos hebreus. Moisés não deu muita atenção a ela. Por isso, o SENHOR o encontrou e o quis matar (Êx 4.24b). Ao ver isso, Zípora, sua esposa, pegou em uma pedra aguda e circuncidou seu filho, chamando Moisés de homem sanguinário (v. 25). Esse ato físico era símbolo da obra espiritual a ser realizada nos salvos. Funcionava como uma marca de que a pessoa pertencia ao Senhor. 

Essa exigência deixou de existir com a vinda da Lei Perfeita da Liberdade, o Evangelho. Paulo disse aos gálatas: Se vos deixardes circuncidar, Cristo de nada vos aproveitará (Gl 5.2). A fé foi imputada a Abraão como justiça antes de ele ter sido circuncidado, quando saiu da sua terra em obediência a Deus. Portanto, tenha fé genuína no Senhor e seja considerado um verdadeiro servo dEle!

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Pai amado! Ao usarmos a fé, somos bem-aventurados! Não podemos nos esquecer desse fato nem nos envolver com a maioria das ordenanças do Antigo Testamento. Se o fizermos, estaremos nos afastando de Cristo. 

Pela fé, temos acesso garantido a Ti. Por ela, somos curados, libertos e recebemos as bênçãos conquistadas e entregues pelo Senhor Jesus. Usando-a, nós nos livramos dos problemas, expulsamos demônios e operamos as obras que o Salvador fazia entre nós.

Agradecemos por pensares em nós, elegendo-nos para a vida eterna e dando-nos as virtudes do Teu Santo Espírito. Que busquemos em Ti a nossa defesa e o nosso ataque. Assim, o Teu louvor estará sempre em nossos lábios. Amém!

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração