ongrace.com

> Mensagem de Hoje

13/10/2016 - A CONVERSA DO INIMIGO

  • Envie por Email
  • Imprimir
Então, disse-lhes o rei do Egito: Moisés e Arão, por que fazeis cessar o povo das suas obras? Ide a vossas cargas. Êxodo 5.4


Jamais acredite no inimigo ou em quem serve a ele. Assim como de uma fonte de água salutar não jorra água amarga, da boca do diabo jamais sairá algo bom. Os argumentos dele são astuciosos, cheios de engano, e, se alguém entrar em contato com ele e lhe der ouvidos, embora seja em coisa mínima, já estará contaminado. Somente devemos ouvir o Filho de Deus, o qual é puro e humilde de coração.

O maligno engana qualquer ser humano que dialogar com ele. Os anjos foram feitos com mais capacidade do que os homens, e ele era Lúcifer – o portador de luz –, anjo com maior capacidade que os demais. Se você ceder à conversa dele, ele facilmente o iludirá, pois é mentiroso e pai da mentira. Quando buscamos a libertação de alguém, costuma-se perguntar ao demônio o que o fez entrar na vida de tal pessoa, mas não devemos fazer disso doutrina.

Faraó propôs um acordo a Moisés e Arão: eles podiam fazer os sacrifícios ao Senhor, desde que isso não atrapalhasse o povo no dever diário. Voltando aos dias de José, vemos que os israelitas não foram vencidos em uma guerra e feitos escravos de Faraó, mas recebidos como pessoas livres para viver decentemente naquela terra. O homem não veio ao mundo para se submeter ao diabo, mas, pelo pecado, tornou-se servo deste. Em Cristo, porém, há liberdade!

Na sinagoga em Cafarnaum, Satanás usou um demônio astuto para tentar confundir Jesus, dizendo que sabia quem Ele era, que o tempo de ele ser atormentado não havia se cumprido e o que fazia com aquele e com os demais cidadãos era assunto dele, pois havia ganhado esse direito. O Mestre não dialogou com o espírito maligno; ao contrário, deu-nos direção para não tentarmos convencê-lo, mas simplesmente expulsá-lo. É o que temos de fazer sempre.

Não ouça o diabo, pois você será confundido. Ouça o Senhor, e o que estiver errado em você sairá. As Escrituras dizem respeito a nós e não há nada de ruim hoje que não tenha sido predito. Nos registros bíblicos, há a saída perfeita para qualquer crise ou problema. Precisamos somente obedecer ao Senhor; desse modo, nós nos realizaremos. No Altíssimo, não há erro, apenas a verdade!

Os demônios são arrogantes, chegando a dizer a Jesus que não tinham nada a ver com Ele. Da mesma forma, tentarão barrar o seu ministério, mostrando as coisas “boas” da vida, que você é jovem e deve aproveitar esse tempo para “curtir” e “viver”. Se você deseja ser bem-sucedido aqui e por toda a eternidade, nunca descreia da Bíblia nem dê ao inimigo qualquer atenção, para não cair em suas mãos. Vigie e ore!

Não desista de alguém, mesmo que essa pessoa o massacre com palavras más. O adversário quer que continuemos pecando e deixemos os rebeldes se destruírem em transgressões. Em todo o tempo, seja uma testemunha da Verdade. Mostre a todos o certo e o errado e, então, você terá cumprido a sua missão.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Nosso Pai! Devemos Te obedecer, seguir os Teus conselhos e fazer a Tua vontade. Não queremos ouvir ao diabo nem os enviados dele. A Ti prestaremos atenção e cumpriremos o Teu querer. Fala conosco, Senhor!

Hoje, o diabo não tem mais poder sobre nós, porque o nosso Salvador, o Teu Filho, já nos libertou do império das trevas e nos transportou para o Reino da felicidade, levando as nossas cargas. Agora, nós Te servimos em amor.

Ensina-nos acerca do que compõe o Teu propósito. Leva-nos a andar ao Teu lado e a fazer o que é reto e santo aos Teus olhos. Só queremos ir aonde nos mandas, fazer o que Te agrada e Te servir verdadeiramente. Obrigado e amém!

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

Missionário gostaria de saber de Casa Loteria é um negócio abençoado por Deus, veja onde moro que a campo para abrir outra casa loterica, mais não sei se esse tipo de...

A Bíblia diz que todas as coisas nos são lícitas, mas nem todas convêm (1Co 6.12). A questão é saber quando algo que intentamos fazer não é conveniente, isto é, vai...

»VEJA MAIS