ongrace.com

> Mensagem de Hoje

09/04/2012 - A DIFERENÇA ENTRE O QUE É DE DEUS E DO HOMEM

  • Envie por Email
  • Imprimir


Ouça a mensagem

Os preceitos do SENHOR são retos e alegram o coração; o mandamento do SENHOR é puro e alumia os olhos.

Salmo 19.8

Sob a perspectiva humana, nem todas as religiões são más. Em certo sentido, onde não chegou a Palavra de Deus, elas são necessárias para que as pessoas não façam o que lhes vem à cabeça. No entanto, nenhuma delas consegue dar a salvação, ou o perdão de pecados para seus adeptos. Já o Evangelho não é religião, mas tem o poder de fazer de quem O segue um bom cidadão e conceder a salvação eterna a quem nEle crê.

Os preceitos considerados bons servem somente para manter os que os cumprem dentro da normalidade social. Por fazerem parte de um código religioso, não dão merecimento algum diante de Deus. Por essa razão, temos de pregar as Boas-Novas a toda criatura. Se derem ouvidos à Palavra de Deus, as pessoas terão acesso às bênçãos, bem como à libertação do pecado e da perdição eterna.

Existe grande diferença entre os ensinos dos homens e os de Deus. Os dos homens nem sempre são retos, mas os do Altíssimo sim, por isso as pessoas que seguem as regras divinas descobrem que não poderia haver nada mais perfeito do que estas. Entretanto, quem se guia por normas religiosas sempre o faz por medo de ser punido se desobedecer a elas. Já os que cumprem as regras do Pai o fazem de bom coração, pois estes lhes dão alegria.

O mesmo se pode dizer a respeito dos mandamentos divinos e os dos homens. Tudo o que é criado pela religião, além de místico, é ameaçador. Porém, as ordens de Deus são puras e quem as segue vive em paz e também descobre que se tornou mais inteligente e sábio ao praticar a Palavra do Senhor. O entendimento dos cristãos a respeito de tudo é infinitamente maior e melhor do que o de qualquer religioso.

A melhor coisa que alguém pode fazer na vida é obedecer de coração ao que Deus diz. Aqueles que agirem dessa maneira chegarão ao final da vida com alegria, sem medo de serem condenados no grande Dia. No entanto, os religiosos esperarão que o Altíssimo seja bondoso com eles, embora não tenham conseguido cumprir os mandamentos. Quem crê no Evangelho passa da morte para a vida (Jo 5.24).

Não há opção: ou você crê no que o Criador declara, ou se perderá para sempre. Se isso não fosse verdade, Deus não poderia ser tido como verdadeiro, e, se assim fosse, estaríamos perdidos para sempre. Contudo, a recompensa para quem crê é ver a glória do Senhor.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

O senhor sempre fala sobre fornicação, mas sobre a minha dúvida o senhor nunca falou. Então vamos lá. \'\'Um casal que era casado legalmente, e se divorcia, mas depois de...

Só pode ter vida sexual ativa o casal casado entre si e ponto final. Não há variação nem mudança no Senhor nosso Deus. Sempre foi assim e assim será, não importa o que...

»VEJA MAIS