ongrace.com

> Mensagem de Hoje

19/12/2020 - A PREPARAÇÃO DO CORAÇÃO

  • Envie por Email
  • Imprimir
Disse-lhes mais: Está ele bem? E disseram: Está bem, e eis aqui Raquel, sua filha, que vem com as ovelhas. Gênesis 29.6


Jacó mostrou sabedoria ao se aproximar dos pastores que estavam à beira do poço perto de Harã. Ele os saudou, chamou-os de irmãos e perguntou-lhes de onde eram. Depois da resposta, perguntou por Labão, filho de Naor, e ouviu que ele ia bem. Assim deve se portar os servos de Deus. Mesmo diante de pessoas simples, precisam ir devagar e sondar como elas são. Certamente, Jacó teria mais perguntas a fazer.

O coração dele deve ter-se alegrado, sentindo como se estivesse em casa. Porém, não sabia o que Deus lhe tinha preparado: ele conheceria Raquel, filha de Labão, separada pelo Senhor para ser sua esposa e mãe de seus filhos. Quando estamos bem com o Pai, Ele cuida dos nossos inimigos: Sendo os caminhos do homem agradáveis ao SENHOR, até a seus inimigos faz que tenham paz com ele (Pv 16.7). Com o Altíssimo, não há barreiras!

A Bíblia diz que as nossas vestes devem ser alvas em todo o tempo (Ec 9.8). Assim, nunca perderemos a presença dAquele que prometeu ir conosco. Até então, tudo o que Jacó ouvira de Deus estava acontecendo na íntegra. Apesar da grande distância que teve de caminhar e de não conhecer o terreno, ele se deixou guiar pelo Espírito e encontrou o seu destino. A presença divina também conduzirá aqueles que, hoje, confiarem a sua vida e fé ao Senhor.

Quando desprezamos uma pessoa que, aos nossos olhos, não tem boa aparência, procedemos mal. As Escrituras declaram: Não vos esqueçais da hospitalidade, porque, por ela, alguns, não o sabendo, hospedaram anjos (Hb 13.2). Atualmente, é arriscado abrigar alguém em casa, e, naqueles tempos, podia ser também. Mas não negue dar hospedagem no seu coração, pois isso também vale muito diante do Altíssimo.

Ao ouvir que Raquel se aproximava, o coração de Jacó deve ter sentido algo especial naquela casualidade; então, ficou em espírito de oração. Após ver a formosura dela (Gn 29.17) e seu bom trato, logo sentiu que Deus estava marcando os passos dele no relógio eterno. Quando a jovem chegou com seu rebanho para dessedentar as ovelhas, Jacó se apressou a tirar a pesada pedra que tapava o poço. Ele agiu!

Não é bom perder tempo quando o Senhor coloca alguém na nossa frente. Deus jamais erra, mas faz as coisas como Lhe apraz, de sorte que elas se tornam as melhores da nossa vida. Jacó perguntou pelo tio, mas os jovens logo lhe falaram de Raquel, a pastora. O seu coração se alegrou ao vê-la e, em uma velocidade de profissional, ele tirou a tampa do poço e deu de beber aos animais. Com isso, Jacó a impressionou com sua destreza e seu amor.

Ande em sinceridade e na presença de Deus. Desse modo, você não perderá aquilo que Ele preparou para sua realização. Muitos têm orgulho no coração, por isso perdem boas coisas. Ora, a vida é igual em todos os lugares, inclusive para os sábios na fé. Faça uma aliança com Deus e Ele guiará os seus passos, pois é bom Pai!                        

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Senhor do encontro esperado! Nunca o acaso trabalharia como fizeste com Jacó, o qual não errou o caminho nem chegou adiantado ou atrasado. Tu dirigiste os pés do filho de Isaque, como este deve ter pedido. Tu nunca rejeitas a oração ou súplica!

Em poucos minutos naquele poço, Jacó ouviu o necessário, e o seu encontro com a sua futura esposa foi simples, mas convincente. Quem confia em Ti jamais perderá bênçãos. Dá-nos um coração temente e sabedoria para orar e crer em Ti!

Obrigado por nos amares verdadeiramente, andando ao nosso lado e impedindo-nos de tomar a estrada errada. Tu és o Responsável pela nossa fé em Jesus e diriges os nossos passos em direção à bênção. Amém!

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

Fui abandonada pelo esposo que foi morar com outra e constituiu uma família. Nesse período fui falando com ele, relembrando as coisas que aprendemos na igreja, o convidando a...

Isso que você descreve mais parece uma guerra de egos do que a preocupação legítima com o lar e com a vontade de Deus. Ora, se seu marido quisesse mesmo voltar pra casa,...

»VEJA MAIS