ongrace.com

> Mensagem de Hoje

07/12/2016 - A FÓRMULA DA ORAÇÃO DA FÉ

  • Envie por Email
  • Imprimir
Está alguém entre vós doente? Chame os presbíteros da igreja, e orem sobre ele, ungindo-o com azeite em nome do Senhor; e a oração da fé salvará o doente, e o Senhor o levantará; e, se houver cometido pecados, ser-lhe-ão perdoados.   Tiago 5.14,15


Por meio desse texto de Tiago, entendemos que não deveria haver doentes em nosso meio, mas isso não é o que tem acontecido. Desde que Jesus sofreu nossas enfermidades e, pelas Suas feridas, fomos sarados, não há motivo para o cristão deixar de ser curado; porém, não temos sido ensinados dessa forma, e essa é a razão de termos, em nossa comunidade de salvos, muitos sofrendo das mais diversas enfermidades.

A orientação é para chamarmos os presbíteros da igreja e, então, os enfermos serão restaurados. Não é da vontade divina que os Seus filhos sofram mal algum. Todavia, como ainda engatinhamos na fé em Cristo, não sabemos como agir. É fácil falar qualquer coisa no púlpito, até apontar os erros dos irmãos, mas, para levarmos os doentes à cura, temos de andar como o Mestre andava e agir como Ele agia.

Mais adiante, ainda no versículo 14, lemos que os presbíteros devem orar sobre o enfermo, e não somente em favor dele. É preciso exercer autoridade sobre o mal que entrou nessa vida, por isso a oração tem de ser feita sobre quem não tem conseguido vencer por si só. Quando alguém em comunhão com Deus exerce autoridade sobre uma pessoa, ela será curada pela fé que ele tem. Esse é um dos grandes desafios da igreja.

De acordo com Tiago, o doente deve ser ungido com azeite em Nome do Senhor. Essa prática é simbólica, relacionada ao ato espiritual praticado sobre quem está tomado por alguma força do mal. Quando a unção desce sobre tal pessoa, ela quebra o jugo opressor que a aflige. Nossa oração tem de ser melhorada, a ponto de agir como uma forte medicação, destruindo o mal imediatamente.

Não se pode brincar com a oração da fé, a qual, conforme declara o Senhor, salva o doente. Não importa o problema que se apossou de quem é de Deus; se os presbíteros orarem segundo as orientações bíblicas, tal pessoa será salva. Porém, quem interceder por alguém tem de estar na presença do Senhor, pois, caso fracasse na ministração, poderá ser responsabilizado por isso.  Sem dúvida, Jesus não quer Se entristecer mais com uma geração incrédula e perversa (Lc 9.41)

Seguindo o processo, o que é fácil de ser feito, e o Senhor levantará quem está caído. As causas dessa queda podem ser várias, desde uma vacilação na fé e pecados até uma insistência maior do diabo em destruir tal vida. Contudo, se a obra for feita de acordo com a Palavra, não há como o poder de Deus não operar. Não há por que deixar abatido um só dos nossos irmãos, mas quem decidir orar por ele precisa estar verdadeiramente em comunhão.

Muitas vezes, a opressão tem origem em pecados praticados e não confessados; no entanto, quando a oração da fé é feita de verdade, até pecado escondido é perdoado. Amém?

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Senhor! Necessitamos entender esse processo simples e operante, que nos livra das ações do maligno contra a nossa saúde e vida. Tua orientação deve ser a melhor que o homem já teve à sua disposição, por isso ela precisa ser aceita e atendida.

A oração da fé é o ponto central que pega a nossa mão de necessidade e a une à Tua de poder e, então, a obra é feita. Que cumpramos a Tua vontade, a fim de alcançarmos a libertação. Obrigado por nos ensinares!

Dá para entender o poder que tem a oração da fé, pois, até se a causa do ataque maligno for pecado, ele será perdoado. Ainda temos a garantia de que Tu nos levantarás e, por fim, não existirá obra alguma do diabo em nós.

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

Por que, que por mais que eu goste da religião evangélica eu não consigo ter uma posição na igreja. Vou à várias igrejas gosto de algumas mas não consigo seguir as...

O que você busca só vai achar no Senhor Jesus Cristo, não nas igrejas. Leia atentamente João 4 e pense bem na conversa ali travada. Aquela mulher tinha a mesma dúvida que...

»VEJA MAIS