ongrace.com

> Mensagem de Hoje

11/04/2016 - A GRANDEZA DA GRAÇA DE DEUS

  • Envie por Email
  • Imprimir
Mas, pela graça de Deus, sou o que sou; e a sua graça para comigo não foi vã; antes, trabalhei muito mais do que todos eles; todavia, não eu, mas a graça de Deus, que está comigo.   1 Coríntios 15.10


Para que você ouvisse o Evangelho e gostasse dele, Deus trabalhou de modo maravilhoso, pois o pecado de Adão separou o homem do Criador e o encheu de engano e revolta; por isso, a criatura não consegue aceitar a sã doutrina. Alguns não se deram tanto ao pecado, mas, para o diabo, o que importa é levá-los a rejeitar a Verdade. Do lado da igreja, só o Senhor sabe o quanto temos orado pelos que ainda estão perdidos, a fim de que venham para a luz e se libertem.

Paulo se considerava o chefe dos pecadores, pois, em sua cegueira religiosa, perseguiu a obra de Deus, a ponto de concordar com a morte de Estêvão, o primeiro mártir da fé cristã (At 7.59,60; 8.1). Porém, quando seguia em sua sanguinária perseguição contra o povo de Deus em Damasco, capital da Síria, ele teve um encontro com Jesus que o transformou (veja Atos 9). Agora, salvo e cheio do Espírito Santo, ele partiu para uma nova tarefa: pregar a Verdade que combatia.

O apóstolo sabia que a graça de Deus o havia feito entender a vontade divina; assim, pôde conhecer o Criador e amá-Lo. Sendo chamado para a missão mais nobre que alguém poderia ter, ele sentiu a opressão que age nas pessoas no intuito de que não entendam a Mensagem de vida. Paulo sentiu na pele a mesma perseguição que ele, antes, movia contra o povo do Senhor. Sabendo que não era mérito seu o que fazia, declarou: Pela graça de Deus, sou o que sou.

Uma coisa ele podia afirmar com alegria: a graça do Senhor para com ele não fora vã. Muitos cristãos não têm prestado atenção para o fato de que isso pode ocorrer com eles também; dessa forma, o plano do Criador para eles não vingará. O Altíssimo planejou uma sequência de sucessos para os que alcançaram o Reino. Porém, infelizmente, muitos não dão a devida importância à graça divina e, então, ela se torna infrutífera para eles.

Para que não frustrasse o Senhor, o apóstolo se dedicou duramente ao trabalho de Deus, procedendo como se fosse a única pessoa que o Pai havia chamado para cumprir o Seu propósito. Todos deveriam saber disso e se lançar a realizar o santo plano do Senhor. Quando paramos para criticar a quem quer que seja, não agimos bem. O certo é fazer o que nos foi ordenado por Deus, pois, assim, alegramos Seu coração. A alegria do Senhor é a nossa força (Ne 8.10)!

Não importa se alguém está trabalhando bem para levar o Evangelho a toda criatura, e sim o que você está fazendo nesse sentido. Todos os membros do Corpo de Cristo devem se dedicar e esforçar para que a mensagem de salvação alcance os perdidos em todo o globo terrestre. Paulo não viu o Senhor em Seus dias de ministério, pois se tornara apóstolo muito tempo depois; no entanto, dedicou-se a pôr em prática os desígnios de Deus mais do que todos os que vieram antes dele.

Uma coisa a ser notada é que não foi ele quem realmente trabalhou, mas a graça de Deus. Bom seria que fosse dito o mesmo a seu respeito. O Senhor não tem favoritos, mas Ele honra aqueles que O honram. Portanto, faça a obra como se não houvesse ninguém mais para fazê-la. Amém?

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Senhor da graça! Tudo vem de Ti e existe por e para Ti. A nossa chamada originou-se no Teu coração e, então, quando Te aprouve nos chamar para cumprir a Tua vontade, a Tua graça foi derramada sobre nós.

Não somos diferentes dos outros, a não ser pelo Teu Espírito sobre nós. Por isso, há uma diferença que deve ser visível a todas as pessoas que entrarem em contato conosco, pois a Tua graça terminará a obra em nós.

Ela nos fez ser o que somos, e podemos estar certos de que a Tua obra será terminada como planejaste. Assim, não deixaremos de Te buscar e fazer aquilo que nos mandaste. Somos Teus servos e cumpriremos o Teu plano em nossa geração.

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

Missionário, a paz do nosso Senhor e Salvador, Jesus Cristo. Os dons descritos em I Co 12 são recebidos com o batismo no Espírito Santo ou são coisas independentes?...

Existem os dons e os talentos. A diferença é que os dons são dádivas do Espírito Santo exclusivamente para a obra de Deus (1Co 12.1-7). Já os talentos nascem com a...

»VEJA MAIS