ongrace.com

> Mensagem de Hoje

23/01/2016 - A HORA DA DURA DECISÃO

  • Envie por Email
  • Imprimir
Não está toda a terra diante de ti? Eia, pois, aparta-te de mim; se escolheres a esquerda, irei para a direita; e, se a direita escolheres, eu irei para a esquerda.       Gênesis 13.9


Abraão considerava seu sobrinho Ló como um irmão. No entanto, a maldade que entrou no coração desse parente trouxe perturbação ao patriarca dos hebreus. Então, Abraão teve de tomar uma decisão. Certamente, ele orou intensamente pelo estava acontecendo e, mediante a orientação divina, propôs que os dois se apartassem um do outro. Na separação, Ló mostrou o que estava em seu interior. Por que Ló não reconheceu que a bênção estava com seu tio?

Às vezes, é difícil propor o distanciamento a quem realmente amamos, mas, se a convivência se torna desagradável e a pessoa não vê que ela ou os que trabalham para ela são a causa dessa situação, o jeito é a separação. É preciso buscar a ajuda do Alto, pois não conhecemos o ser humano, mas o Senhor é onisciente. Na proposta que apresentamos, não podemos deixar sentimentos maus nos dirigirem.

A sugestão não pode ser a que nos favorece. Por mais que tenhamos razão, quem propõe deve dar condições justas para as partes e deixar que a outra tome a decisão que julgar melhor, para não ser acusada de estar mal-intencionada. Isso só se consegue com oração e com o testemunho do Altíssimo. O desonesto perde a assistência celestial.

Ló provou ser guiado pela carne, pois, sabendo que aquelas terras haviam sido prometidas a Abraão, optou pela que achava melhor. Veja, o homem até pode ver algo como superior e produtivo, mas nem sempre será assim. Um fato importante a ser levado em consideração por quem é justo é que ele tem a bênção de Deus. Por isso, será bem-sucedido em qualquer lugar, pois o Senhor o ajudará.

O triste desse episódio é que o tio e o sobrinho precisaram se afastar. Mais tarde, porém, foi constatado que, por amor a Abraão, Deus poupou a vida de Ló e de sua família, o que prova que a unção do Todo-Poderoso não nos faz maus de coração. Ainda que, humanamente falando, tenhamos motivos para tal, agimos de maneira certa. De nada adiantou a Ló pegar o melhor, pois ficou sem nada e, por pouco, não perdeu a vida.

Segundo Jesus, só tem sucesso o pobre de espírito, manso, faminto e sedento de justiça, misericordioso, limpo de coração, pacificador, perseguido e injuriado por ser justo e obediente ao Salvador. Pessoas assim devem alegrar-se na fé, pois servem a Deus sem embaraço.

Outro fato importante é que Ló não ganhou sequer um sodomita para o Altíssimo, apesar de ter-se esforçado para tanto. O bem que ele lhes fazia foi entendido como condenação. Nem os que seriam seus genros não acreditaram nele. Infelizmente, Ló desperdiçou sua bênção. E você, como procederá?

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Senhor! Tu vias a separação de Abraão e Ló bem antes de o patriarca ter-se perturbado com a contenda que os pastores do sobrinho armavam contra os seus, pois, na verdade, tudo aquilo era contra o Teu amigo. Então, a decisão foi tomada.

A separação foi a opção encontrada por Abraão para sanar aquele mal que o incomodava. Competia a Ló reconhecer que se beneficiava da bênção do tio, suplicar perdão e despedir seus pastores para restaurar a paz. Mas ele se deixou endurecer.

Infelizmente, há casos em que a separação é necessária, pois é melhor morar em uma terra deserta do que conviver com a mulher rixosa. Dê a direção certa aos que sofrem por causa do proceder de alguém. Não sejamos como Ló. Amém! 

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

Missionário por favor me oriente o meu marido foi embora de casa a mais de 02 meses , mesmo sendo cristão e sendo diacono da igreja onde congrego , não teve temor a palavra...

Primeiro, em vez de ficar recitando versículos que ele certamente já conhece (foi diácono), não seria melhor vc dizer a ele o quanto se arrepende dos erros cometidos (como...

»VEJA MAIS