ongrace.com

> Mensagem de Hoje

26/09/2014 - A IMPORTÂNCIA DE OFERTAR

  • Envie por Email
  • Imprimir
Porque a administração desse serviço não só supre as necessidades dos santos, mas também redunda em muitas graças, que se dão a Deus. 2 Coríntios 9.12


O instituto da oferta é uma grande bênção concedida pelo nosso Deus. Sem dúvida, Ele poderia nos revelar onde colocou o ouro e os demais metais preciosos; então, nós compraríamos terras, ou adquiriríamos o direito de lavra, e teríamos as necessidades da obra supridas. Porém, a sabedoria do Senhor não viu isso como algo bom para nós. As leis estabelecidas por Ele são as melhores para os Seus filhos e, por isso, devemos louvá-Lo.

Quem não serve ao Altíssimo não consegue entender a Sua Palavra e, por isso, até se revolta quando surge a oportunidade de provar que O ama. Ora, dar ofertas é como mostrar o nosso amor a Ele e deixá-Lo provar o dEle a nós. Por outro lado, bancar o surdo ou desavisado, quando Deus toca o seu coração para ofertar, é deixar de exercer um dos atos mais recompensadores aqui e na eternidade.

A mulher de Sarepta tinha tudo para rejeitar a ordem de Elias, quando este mandou que ela usasse o resto de farinha e o pouco de azeite para fazer um bolo primeiro para ele (1 Rs 17.11-13); porém, ela não lhe desobedeceu. Do mesmo modo, não deixe de cumprir aquilo que alguém fala em o Nome do Senhor, pois o Onipotente há de cumprir a Palavra entregue a você. Aquela mulher continuou viva porque ousou crer no que o homem de Deus lhe dissera. O milagre não é o fim, mas o início de um ciclo infindável.

O Senhor é Multiplicador daquilo que lhe é dado. Os cinco pães e dois peixes entregues por um rapaz se transformaram em milhões de pedaços, a ponto de alimentar cinco mil homens famintos, além de mulheres e crianças. Eles comeram até se fartar e ainda sobraram 12 cestos cheios de alimentos (Mt 14.15-21). Isso prova que as respostas do Senhor sempre são abundantes, além do que precisamos no momento; por isso, não desperdice as sobras.

O Onipotente garante que a administração desse serviço supre as necessidades dos santos. Então, podemos perguntar: por que há membros do Corpo de Cristo que não as têm supridas? Ora, a resposta pode ser a seguinte: ou a liderança da congregação não lhes ensina a ofertar, ou eles resistem à divina voz de Deus, a qual os ordena a dar. Quem resiste ao Senhor se submete ao império das trevas. Seja sempre sensível ao Santo Espírito.

Segundo Jesus, o que pedimos em Seu Nome nos é concedido para que o Pai seja glorificado (Jo 14.13). Com isso, podemos entender que o suprimento de nossas necessidades redundará em muitas graças a serem rendidas ao Pai. Por que não levar isso a sério, começar a prosperar e dar emprego a muitos, além de fazer atos de caridade? Se isso acontecer, você fará com que o Senhor seja glorificado pela boca de muita gente.

Pense em si mesmo como a única pessoa colocada na Terra pelo Altíssimo. Sem dúvida, as promessas e os recursos dEle seriam seus, e você seria amado por Ele na proporção do seu amor a Ele. Amigo leitor, você é visto desse modo. Abra os olhos e seja uma bênção!

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Ó Deus! Não nos devemos esquecer de que és abençoador e desejas perdoar a todos os transgressores, fazendo com que não tenham mais sobre si nenhuma condenação. Assim, poderão desfrutar do Teu melhor.

Quantas vezes temos perdido a chance de semear em Teu Reino e colher uma boa recompensa? Deixamos o demônio nos roubar de fazer o bem aos perdidos e, desse modo, passamos por apertos e sofrimentos de toda espécie.

Hoje, entendemos que a administração das ofertas não só supre as nossas necessidades, mas também redunda em muitas graças a Ti. Senhor! Que os meus leitores acordem para o fato de que Tu desejas suprir as necessidades deles desde que Te obedeçam.

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração