ongrace.com

> Mensagem de Hoje

02/11/2020 - A MESMA DOUTRINA FAZ SABER

  • Envie por Email
  • Imprimir
Se alguém quiser fazer a vontade dele, pela mesma doutrina, conhecerá se ela é de Deus ou se eu falo de mim mesmo. João 7.17


Apesar de nos ter criado do nada, Deus não nos fez como bonecos sem vontade própria, mas nos deu o livre-arbítrio, que funciona até na chamada ministerial que alguns recebem dEle. As palavras de Jesus no versículo estudado provam que não somos obrigados a fazer o que de mais belo poderia nos ter acontecido: receber a tarefa de ajudar o próximo a conhecer o Seu Criador e participar da Sua graça!

Muita gente fica entorpecida com as declarações dos não salvos que fazem do ministério um emprego, dizendo que precisam sustentar suas famílias. Ora, há diversas atividades seculares de onde poderiam prover o pão material para os seus, sem atrapalhar a aproximação que o homem sente ter de Deus. Essas pessoas não leram a terrível advertência de Jeremias: Maldito aquele que fizer a obra do SENHOR fraudulentamente! E maldito aquele que preserva a sua espada do sangue! (Jr 48.10).

Quem quiser cumprir o propósito divino não deve colocar limites à busca dele, além dos que nos são impostos. O conflito entre o que o mundo diz ser liberado e o que Deus informa não nos fazer bem serve de freio para não cairmos nas mentiras do maligno. Eva desrespeitou a Palavra ao se entregar às coisas “lícitas”, como verificar se o fruto era ruim ou não. No final, achou-o bom, agradável e desejável. Por isso, o diabo entrou aqui!

Jesus nos ensinou a orar, mostrando que temos de pedir que não caiamos em tentações (Mt 6.13), mas a maioria não faz isso, ou nunca fez. Ora, devemos crer que receberemos tudo o que clamarmos ao Pai e guardá-lo, a fim de que não nos tomem (Ap 3.11). Por que provocar Deus à ira, usando o púlpito para trazer fogo estranho, se isso causa morte (Nm 26.61)? Será que os sábios do mundo tem algo a nos dar para ser citado do púlpito? Misericórdia!

Tudo o que contradiga a Bíblia atrapalha a consagração de quem deseja conhecer o Altíssimo. Nenhum engano deveria ser mencionado como algo certo ou salutar. Mesmo que o filósofo Nietsche tenha dito alguma coisa “boa”, suas observações servem de laços para os incautos. Foi ele quem falou da morte de Deus e, depois, se matou. O fogo estranho ocasionará a morte de quem o trouxer e de quem o receber. Jesus é o Caminho, a Verdade e a Vida (Jo 14.6)!

Conhecer se a doutrina é de Deus ou não é obrigação que pesa sobre os servos do Todo-Poderoso, pois ela nunca os influenciará para o mal. Por certo, ela discorre sobre todos os assuntos. Em uma conversa descuidada, pode-se mudar para o mal a mente de alguém. Jesus disse: Ai do mundo, por causa dos escândalos. Porque é mister que venham escândalos, mas ai daquele homem por quem o escândalo vem! (Mt 18.7). Cuide-se!

Nem Cristo falava de Si mesmo. Ele Se conformava em ouvir do Pai e nos dizer tudo o que Este Lhe falara. Esse exemplo precisa ser seguido por todo cristão que não deseja perder a sua salvação, nem ser responsável pela perdição de alguém: Porque aquele que Deus enviou fala as palavras de Deus, pois não lhe dá Deus o Espírito por medida (Jo 3.34). Ore!

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Deus da Santa Doutrina! Não dá para comparar os ensinos do homem com os da Tua Palavra, os quais Jesus executou. Somos felizardos, pois podemos realizar a Tua obra, vendo os mesmos feitos serem operados em resposta às nossas orações!

Teu Filho nos mostrou como proceder, ensinando-nos a Te amar acima de tudo e ao próximo como a nós mesmos. Por isso, chegamos a Ti para dizer o nosso muito obrigado. A doutrina nos ensina se a obra é Tua ou não!

Nem o Teu Filho queria falar por Si mesmo. Temos de nos submeter ao Teu querer, para que a palavra sadia nos seja revelada. Não queremos criar nada. Assim, ficaremos na Verdade. O que mais prezamos é Te amar, Te honrar e falar da Tua graça!

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração