ongrace.com

> Mensagem de Hoje

08/07/2015 - A OBEDIÊNCIA TRAZ A VITÓRIA

  • Envie por Email
  • Imprimir
E os sete sacerdotes que levavam as sete buzinas de chifre de carneiro diante da arca do SENHOR iam andando e tocavam as buzinas; e os armados iam adiante deles, e a retaguarda seguia atrás da arca do SENHOR; os sacerdotes iam andando e tocando as buzinas.  Josué 6.13


As ordens do Senhor devem ser levadas a sério, pois Ele é onisciente. Ao nos revelar algo, Ele nos aponta o caminho correto para chegarmos à vitória. Se não Lhe atendemos, o prejuízo será todo nosso. O Todo-Poderoso jamais nos diria algo que não fosse o melhor. Por outro lado, agir pelo que pensamos ser o certo, em muitos casos, pode ser a pior atitude.

Os obedientes agradam ao Altíssimo, pois mostram que confiam nEle. Porém, quem se deixa levar pela rebelião coopera com o diabo em seu plano de roubar, matar e destruir (Jo 10.10a). Com isso, além de não ter a presença de Deus – o que representa um grande prejuízo –, ele verá que tomou uma decisão errada, ainda que consiga obter algum sucesso. Ora, se um indivíduo conseguiu algo sem o Senhor, teria conseguido infinitamente mais com Ele.

Pode parecer simples, mas o fato de alguém não buscar nem seguir a orientação divina mostra que não confia no Altíssimo de coração. Quem aceita o que Deus diz revela ser servo por confiar completamente nEle. Veja o que se passa com muitos perdidos quando ouvem a pregação do Evangelho: são tocados, mas não dizem sim ao apelo da salvação, pois não foram ensinados a confiar no Senhor.

Deus deu ordens específicas a Josué, o qual provou estar pronto a obedecer. Mesmo não tendo caderno para anotar o que lhe era ordenado (naquele tempo, escrevia-se em papiro, pergaminho e materiais semelhantes), o comandante de Israel se esforçou em guardar todas aquelas palavras. Depois, reuniu o povo e deu-lhe as instruções sem se esquecer de nenhum detalhe.

Diante de uma cidade poderosa, com largas e altas muralhas, e de um povo preparado para impedir Israel de avançar por aquela terra, Deus mostrou que deveriam rodear a cidade por sete dias, mas ninguém podia falar. Ao nascer de cada dia, os sete sacerdotes conclamaram uma gloriosa alvorada da fé, que fez tremer os moradores de Jericó.

Os armados iam àquele local marchando confiadamente, sem nada falar. Isso nos ensina a nos calar durante as provações para não pecar. Aquele silêncio era uma mensagem do Céu. Se falarmos o que Deus não nos dá, poderemos estragar o plano dEle. O silêncio dos hebreus desesperava os moradores daquela região.

Os sete sacerdotes, tocando suas buzinas, anunciavam que o Espírito de Deus estava naquela obra. Quem está na batalha para ajudá-lo? Isso você mostra pelo modo como se conduz na presença do Pai. Como o Senhor estava com eles, Ele mesmo diria a Jericó que o momento do seu julgamento chegara.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Senhor dos Exércitos! Queremos Te obedecer, pois Te amamos e desejamos ser vitoriosos sempre. É lindo Te pertencer e fazer parte da Tua grande obra. Ela, sem dúvida, será feita sob Tua direção. Nós Te amamos de coração.

Se pudéssemos, gostaríamos de ser um daqueles sacerdotes que, diante da Tua arca, na Tua presença, anunciavam que Tu estavas naquela luta e ela seria ganha. Isso nos alegra, pois, Contigo à frente, venceremos.

Gostaríamos de ser um dos Teus guerreiros armados, que, na vanguarda (e também na retaguarda), nada falavam. Eles esperavam o momento certo para gritar. Então, os muros se abalariam e cairiam. Que Deus Tu és!

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

Há evangélicos que afirmam que Deus concedeu a Israel um rei (Saul), por insistência do povo, apesar de aquilo entris-tecê-lO. É possível que Deus atenda a um pedido...

Existe a vontade de Deus e a permissão dEle. O Senhor pode, sim, permitir algo ruim que seja resultado da nossa obstinação ou de nossas escolhas erradas, para dar-nos uma...

»VEJA MAIS