ongrace.com

> Mensagem de Hoje

15/10/2020 - A OBRIGAÇÃO DE DIZER: “EFATÁ”

  • Envie por Email
  • Imprimir
E, levantando os olhos ao céu, suspirou e disse: Efatá, isto é, abre-te. Marcos 7.34


Deus não nos chamou para sermos a vergonha do Seu Reino, fracos e impotentes. A Sua vontade é que cheguemos à estatura de Cristo, a fim de sermos o bom cheiro do Senhor entre os perdidos (2 Co 2.15). Jamais conseguiremos fazer as mesmas coisas que Jesus fazia, se não deixarmos o Espírito Santo nos usar. Quem crê no Senhor deve estar sempre pronto a participar das Suas guerras!

O exemplo de como devemos andar é visto em Jesus, o qual andou em toda parte, fazendo o bem, ordenado pelo Pai. Alguns fariseus foram até o Mestre e disseram-Lhe que saísse daquele local, pois Herodes intentava matá-Lo: E lhes respondeu: Ide e dizei àquela raposa: eis que eu expulso demônios, e efetuo curas, hoje e amanhã, e, no terceiro dia, sou consumado (Lc 13.32). O servo de Deus é intrépido como o leão (Pv 28.1 – ARA).

Um homem possuído por muitos demônios tornou-se forte e perigoso. Jesus, então, viu que chegara o momento de libertá-lo. Embora ninguém tivesse intercedido por aquela vida, o Mestre entrou no barco com Seus discípulos para socorrê-lo. O Filho de Deus sabia como agir e, ao chegarem do outro lado do mar, o homem correu ao Seu encontro, rogando-Lhe que não o atormentasse. Porém, Jesus logo o libertou (Mc 5.1-13)!

Na narrativa de Mateus acerca desse episódio, o evangelista cita um segundo endemoninhado, dizendo que eles foram encontrar o Senhor. Qual é o certo? Um endemoninhado, ou dois? Talvez, eu fique com o registro de Mateus, pois, como ele era discípulo do Mestre, deve ter presenciado a cena. Marcos e o evangelista Lucas escreveram sobre o que as pessoas lhes contaram. Provavelmente, um dos oprimidos era o “chefe”, e o outro, um “discípulo” dele. Mas só Deus sabe o certo!

Cristo não usou os discípulos para segurar o homem possuído pela legião de espíritos imundos, como faria qualquer líder. Ele o subjugou pelo poder de Deus. O Salvador prometeu que receberíamos poder na descida do Santo Espírito, dizendo: Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judeia e Samaria e até aos confins da terra (At 1.8).

Certo dia, levaram até o Mestre um homem surdo, que falava com dificuldade, e Lhe pediram que impusesse as mãos sobre o enfermo e o curasse. Jesus o tirou do meio da multidão e, à parte, colocou os dedos no seu ouvido e, cuspindo, tocou-lhe na língua. Em seguida, o Mestre levantou os olhos ao céu e, suspirando, disse: Efatá, que significa abre-te (Mc 7.32-35). Ele ensinou que, após ter recebido poder, sendo guiado pelo Espírito, você pode assim se expressar (Jo 14.13)

Moisés deveria ter obedecido ao Senhor, para que, na segunda vez, tirasse água da rocha. Mas esse homem de Deus não observou a ordem recebida e feriu a rocha novamente. Quem deixa de observar a direção celestial não pode entrar em Canaã. Seja consciente da missão dada a você e cumpra-a totalmente, para não mudar o plano do Senhor!

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Deus a Quem devemos honrar! Para Te servirmos, devemos nos submeter às orientações da Tua Palavra. Não podemos nos conduzir pela ira, mas só pelo Teu Santo Espírito. A obra precisa ser feita como determinas!

Que possamos estar bem informados pelas Escrituras sobre o que fazer e dizer. Assim, não perderemos a bênção maior. Perdoa-nos dos repentes que podem surgir em nosso coração; não queremos sair da Tua perfeita direção. Desejamos Te obedecer!

Quando estivermos com problemas, temos de olhar para Ti e Te seguir. Precisamos ser e agir como servos em todos os momentos, sem tocar na Tua glória nem receber homenagens que somente devem ser feitas a Ti!

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração