ongrace.com

> Mensagem de Hoje

14/01/2014 - A ORAÇÃO EFICAZ

  • Envie por Email
  • Imprimir
Senhor, com estas coisas se vive, e em todas elas está a vida do meu espírito; portanto, cura-me e faze-me viver. Isaías 38.16


Ezequias, rei de Judá, temente a Deus, recebeu um recado do Senhor, por intermédio do profeta Isaías, de que morreria. Como soube pleitear sua causa com o Altíssimo, conseguiu terminar os seus dias em paz. É preciso entender tudo o que o Pai nos diz pela Sua Palavra. O que Ele nos fala é como remédio que cura as nossas fraquezas, limpando-nos de nossos erros e levando-nos à presença dEle.

O resumo da oração do rei mostra que ele derramou sua alma perante o Senhor e, por isso, foi despido daquilo que o prejudicava. Aqueles que veem seus dias acabando e se encontram com problemas insolúveis – ou receberam um recado dos Céus de que não serão curados nem libertos e a sua hora de partir está chegando – devem fazer a oração da fé, a qual é a única que prevalece em todas as situações.

No versículo 14, do mesmo capítulo, Ezequias diz que chilreava como a andorinha e gemia como a pomba; os seus olhos cansavam de olhar para cima, mostrando ao Altíssimo que estava oprimido e que Ele deveria ser o seu Fiador. Esse tipo de clamor não traz a cura, mas ajuda a preparar a alma para entender o que deve ser reparado. A verdade é que maldição sem causa não se cumpre (Pv 26.2).

Quando a oração da fé for feita, não haverá como Deus não respondê-la. Contudo, para chegarmos a esse ponto, é preciso nos abrirmos ao Senhor; pois, sem dúvida, deve haver muitas coisas ruins em nós que permitem os ataques do inimigo. Quando estamos abertos para ouvir a voz divina, conseguimos escutar Suas instruções. É lei que nunca muda: O que encobre as suas transgressões jamais prosperará (Pv 28.13).

Em seu clamor, o rei entendeu seu erro e chorou muitíssimo. É comum as pessoas não admitirem seus erros. É incrível como chegamos a mentir por orgulho. Entretanto, quem tem o Espírito de Deus não se engana. Se Ele percebeu algo e nos avisou, não adianta escorregar para não ser surpreendido. É melhor falar a verdade e pedir: ore por mim. Quando alguém deixa o Senhor convencê-lo, derrama-se na presença dEle.

A oração de Ezequias mudou. Ao passar a fase do arrependimento, ele se viu livre do seu mortífero mal e exclamou: “Como prometeu assim me fez” (Is 38.15). Para os que se acertam com o Senhor, as promessas sempre são cumpridas. Mas, se você esconde algo de alguém, ou de Deus, não obterá resposta do Altíssimo. A sua decisão fará ou não o poder de Deus lhe atender. Lázaro só foi ressuscitado quando a pedra foi tirada.

Ezequias conseguiu que a fé lhe falasse, declarando que passaria todos os seus anos em paz. Há solução para todos os problemas, se você se deixar guiar pelo Santo Espírito. Saiba que o pecado é sempre a razão de não sermos atendidos.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Altíssimo Senhor! Ezequias quase perdeu a batalha por não estar bem na fé. No entanto, ele orou de modo certo, abrindo o coração e, então, conseguiu ouvir a Tua voz e ver que o problema estava dentro dele. Ao se acertar, Tu podes curá-lo.

Há muitos em situação parecida, pois suas dificuldades não são sanadas, apesar de orarem o tempo todo. Ajuda-os, ó Pai, a entenderem que, havendo pecado, Tu não podes operar em favor deles. Que se acertem, pois Tu farás maravilhas na vida de cada um!

Depois que aquela tempestade passou, o rei Ezequias Te adorou com o seu cântico. Assim também há de acontecer com esta pessoa que está orando neste momento. Ela precisa do Teu auxílio; com isso, ela Te louvará também. Que o Teu Espírito a assista agora!

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

Por que o missionário e os pastores da IIGraça usam um artigo antes dos nomes próprios da Bíblia? Ex: O Davi, o Paulo, o Abraão etc? .. Se o próprio Espírito Santo não...

É meramente um recurso de estilo, em nada errado ou pecaminoso. Por meio desse recurso, da-se, na mensagem, mais ênfase ao personagem de que se está falando. O fato de o...

»VEJA MAIS