ongrace.com

> Mensagem de Hoje

08/12/2013 - A REAL INTENÇÃO É O QUE IMPORTA

  • Envie por Email
  • Imprimir
Eu disse ao SENHOR: tu és o meu Deus; ouve a voz das minhas súplicas, ó SENHOR. Salmo 140.6


Os que tomam a decisão de aceitar Jesus como Salvador jamais se decepcionarão. Ainda que tudo pareça atestar que o fim chegou, eles se levantarão na força do Onipotente para provar que, com Cristo, é diferente. O Mestre garantiu que quem cresse nEle, ainda que estivesse morto, viveria (Jo 11.25). Atente para o que você tem feito, pois, se decidir levar a sério a Palavra do Senhor, descobrirá que isso é o que faltava.

É preciso tomar a decisão de confiar no Altíssimo e, depois, falar disso para Ele. Não devemos servir ao Pai às cegas, como se desconfiássemos de que Ele não é o que diz ser. Se a sua fé tem sido inconstante assim, você precisa corrigir isso. Do contrário, não será firme em suas orações. Ora, por que não confiar no Senhor de todo o coração, se as promessas dEle nunca falharam?

Quem faz do Onipotente o seu Deus – e isso é tudo o que você precisa fazer! – jamais perderá uma batalha. Não importa se o ataque do diabo é dirigido a você (à sua mente ou ao seu corpo), aos membros de sua família ou outra pessoa conhecida. Lendo a Bíblia, descobrirá que, nos tempos bíblicos, houve indivíduos que sofreram do mesmo mal que o ataca, e elas resolveram a situação usando a fé no Senhor. Para quem crê, não há impossíveis (Mc 9.23).

Preste atenção quando você orar. Não é necessário falar palavras bonitas, tentando convencer o Altíssimo a abençoá-lo. Davi, o rei dos israelitas, entendeu que o que importava era a real intenção dele ao falar com o Senhor. Isso é o que determinará se você será ouvido ou não. De nada adianta pedir por pedir. O mesmo ocorre quando uma pessoa recita preces (Mt 6.7,8). O importante é a súplica sincera (Mt 6.6).

Os hipócritas, aqueles que dizem algo contrário ao que realmente pensam, jamais serão atendidos, pois Deus olha para o coração (1 Sm 16.7), e não para palavras de bajulação usadas por alguns. Seja sincero com o Senhor e, se não decidiu ainda o que vai pedir, só peça a Ele que direcione as suas decisões segundo a vontade dEle. Com a orientação divina, a qual, certamente, será dada se for pedida, você poderá orar para ser ouvido.

A vida de quem anda pela fé não tem sobressaltos, porque, ainda que o inimigo se lance contra o salvo, a ação maligna será anulada pela oração. Quem fez do Senhor o seu Deus tem o direito de agir, em o Nome de Jesus, para destruir todas as obras do inimigo. Definitivamente, a autoridade dada pelo Altíssimo a quem é membro de Sua família operará toda vez que este falar com fé e determinação.

No passado, os que fizeram a vontade divina realizaram grandes prodígios, pelo único fato de crerem no que a Palavra de Deus dizia. Hoje, os que servem ao Pai celeste não devem aceitar menos do que isso. Quem estiver firmado na fé em Jesus será atendido, quando fizer uso de suas prerrogativas no Filho de Deus.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Deus eterno! Que oferta linda Tu nos fizeste, quando permitiste que fizéssemos de Ti o nosso Deus! Por isso, não precisamos temer o poder infernal. Os espíritos do mal sabem que não nos podem tocar, pelo simples fato de Te termos como o nosso soberano Senhor.

Jamais nos decepcionaremos, pois Tu és fiel em nos guardar e em cumprir as Tuas promessas. Ainda que todo o Inferno se lance contra a nossa vida para destruí-la, isso não será possível! A Tua Palavra nos garante que não seremos tocados.

É bom saber que podemos fazer as mesmas obras realizadas pelos Teus servos no passado. Então, firmados na fé, entramos em batalha agora para expulsar da nossa vida e nossos caminhos todo o poder infernal. Obrigado por nos amares tanto!

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

Mantenho uma luta constante entre os desejos da carne e do Espírito. Isso é normal? Acontece com todo mundo? Seria isso o que o apóstolo Paulo queria dizer em Romanos...

Certamente, mas a Bíblia nos ensina o que fazer: Digo, porém: Andai em Espírito e não cumprireis a concupiscência da carne (G1 5.16). O conflito entre o velho e o novo...

»VEJA MAIS