ongrace.com

> Mensagem de Hoje

23/04/2009 - A RESPONSABILIDADE DE ACONSELHAR

  • Envie por Email
  • Imprimir



Então, foram Elifaz, o temanita, e Bildade, o suíta, e Zofar, o naamatita, e fizeram como o SENHOR lhes dissera; e o SENHOR aceitou a face de Jó (Jó 42.9).

Esses três amigos de Jó queriam ajudá-lo a livrar-se de seu sofrimento, mas se excederam ao falar de acordo com o coração deles. Por isso, o Senhor irou-Se e deu-lhes a opção de procurar o patriarca, oferecer sacrifícios pelos pecados cometidos e pedir-lhe que orasse por eles. A intercessão de Jó foi aceita e, com isso, mudou sua própria sorte.

Ainda que julguemos que um conselho seja útil a alguém, se ele não for bíblico, não o devemos dar. Por outro lado, quando Deus, de fato, orienta-nos a transmitir uma mensagem, não podemos jamais acrescentar alguma coisa à Sagrada Escritura ou tirar-Lhe algo, pois o recado tem de ser passado como o Senhor deseja.

Os três amigos de Jó se excederam em tentar ajudar o patriarca. Que essa advertência fique bem viva no coração de todos os cristãos: para ajudarmos realmente, não podemos usar a sabedoria ou os conceitos do homem, pois o auxílio verdadeiro origina-se da Palavra do nosso Deus. Por isso, quem utiliza o que a mente elabora ou o que algum “iluminado” declarou, inevitavelmente, falha.

Falar do que se pensa ou do que parece lógico pode ser um grande engano do inimigo. Por essa razão, não podemos dar algum conselho segundo o nosso querer, mas, sim, de acordo com o que o coração do Senhor nos revela em Sua Palavra. É sempre bom termos o cuidado de verificar o que estamos respondendo às pessoas; afinal, elas, ao nos pedirem uma orientação, precisam ouvir da parte do Altíssimo, e não de outra fonte. O homem está sempre pronto a dar palpites, mas eles, em sua maioria, atrapalham, pois costumam afastar do verdadeiro Deus quem os recebe.

Que grande responsabilidade temos quando fazemos alguém crer no que falamos! O ministério de aconselhamento é muito sério, pois, ao menor sinal de deslize, a pessoa pode depositar a fé no que falamos, e não naquilo que o Pai revela como Sua vontade. Ninguém terá sucesso se fundamentar suas ações em qualquer dogma religioso, na filosofia de algum líder ou na tradição dos homens. Só quem possui o Verbo de Deus em suas mãos consegue ajudar os necessitados.

As palavras que Elifaz, Bildade e Zofar deram a Jó levaram o Senhor a irar-Se e a quase castigá-los. Eles agiram mal, mas, como eram bem-intencionados, Deus os orientou a pedir ao patriarca que orasse por eles. Além disso, os três também teriam de fazer oferendas pelos seus pecados. Então, quando obedeceram ao recado divino, Jó orou e não só os amigos foram perdoados, como também a condição do patriarca foi mudada naquela oração.

Que perigo é falar do Todo-Poderoso sem que Ele tenha colocado Sua Palavra em nossos lábios! Por isso, sempre dê o recado como lhe foi ministrado, sem acrescentar alguma coisa à Palavra ou tirar algo dEla.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

Missionário, quando uma pessoa trabalha na secretaria de uma igreja e o pastor manda falar que não está, ou que está em reunião e não está, o que fazer? Sei que devo...

Não precisa ser na secretaria da igreja, pode ser em qualquer lugar. Sua atitude tem sempre de ser coerente com a Palavra de Deus e a mentira não é coisa de Deus. Se o...

»VEJA MAIS