ongrace.com

> Mensagem de Hoje

02/11/2018 - A VISÃO QUE TRAZ LIBERDADE

  • Envie por Email
  • Imprimir
E, vendo-a Jesus, chamou-a a si, e disse-lhe: Mulher, estás livre da tua enfermidade. Lucas 13.12

Ouça a mensagem

O que aconteceria naquele sábado na sinagoga de Cafarnaum tinha um propósito bem maior do que a cura daquela mulher que, por estar nas mãos de Satanás, viveu encurvada por 18 anos. Era o dia da vitória de Deus sobre o mal, e isso provocaria uma verdadeira festa nos Céus. A ovelha voltou aos braços do bom Pastor, que não suportava vê-la sendo oprimida pelo diabo. A partir de então, quem entendesse as palavras de Cristo poderia se considerar livre!

A mensagem de Jesus entrou no coração dela de tal modo, que ela foi iluminada. Era tudo o que precisava ouvir! Ela aprendeu que, por trás daquela enfermidade, havia um espírito maligno fazendo-a se encurvar dia após dia. Quando entendeu a verdade, ela ficou livre da opressão. Quando você aprender que a Verdade liberta, não precisará de tempo para ficar são, e sim crer na revelação do Santo Espírito.

O Senhor teve a oportunidade que esperava há 18 anos. Quanto tempo você sofre, e o Altíssimo não tem podido fazer nada em seu favor? Ora, quando entender que o mal foi levado por Jesus na cruz, ou qualquer outra declaração da Palavra, o problema que o oprime não mais o dominará, e, no mesmo instante, você poderá se declarar liberto. 

Parecia que Deus estava perdendo a batalha, pois aquela filha de Abraão ficava pior, curvando-se cada vez mais. Quantos salvos ainda vivem de acordo com o diabo, nos erros e demais descaminhos da vida? Alguns foram estrelas na mão do Todo-Poderoso, mas se iludiram com as mentiras do inimigo e caíram em suas armadilhas. Agora, longe do Altíssimo, vivem de recordações e também de frustrações.

Ao conhecer a Verdade, a pessoa começa a agir diferente. Em seu espírito, surge uma luz e, então, tão logo que crê, ela se destaca e é convidada a chegar perto do Mestre. Aquela mulher não relutou e aceitou o convite de Jesus. Ela foi para frente, obedecendo à chamada celestial. Não fique longe do Senhor; aproxime-se dEle com o coração puro e sincero. Assim, irá ouvi-Lo dizer que você está livre!

Ao se aproximar do Salvador, ela ouviu a declaração que esperara a vida toda: Mulher, estás livre da tua enfermidade. Quantas vezes ela deve ter sido visitada pela unção que pairava no pregador e se emocionou, mas, por desconhecer a Verdade, orou pedindo a cura e não ficou boa? Mas, naquele momento, o Senhor lhe deu a Boa Notícia: “Você está livre”. No seu caso, a mesma coisa pode acontecer. Por isso, eu lhe digo: “Você está livre de qualquer obra do diabo”.

Aceite o convite de Cristo! Ele pode chamá-lo a passar um tempo maior em oração, abrindo seu coração e fazendo declarações inspiradas por Ele. Não resista ao Espírito Santo, mas se achegue a Ele com inteira confiança, pois Deus nunca lhe falaria em vão. No Evangelho, as promessas se cumprem!

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Deus da visão libertadora! Tu sabes nos conduzir para estarmos diante de Ti, onde conheceremos a Verdade e seremos libertos. O encontro da mulher oprimida e Teu Filho foi o divisor de águas na vida dela. Como Tu és lindo!

Queremos ouvir a mensagem que ilumina e nos dá condições de crer e ouvir o convite dos Teus lábios, chamando-nos a chegar mais perto. Quem conhece a Verdade fica livre dos seus males. Ensina-nos a assumir o que nos pertence.

A batalha de 18 anos terminou com a derrota do diabo. Não havia mais dúvidas! O que foi dito a ela era verdadeiro e tinha poder para lhe dar a liberdade. Desejamos ser operados por Ti. Amém!

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

O Missionário prega de acordo com o evangelho, q prosperidade é dom de DEUS, concordo plenamente, mas eu acredito q haja muitos membros da Igreja da Graça q são ricos, não...

Nós pregamos a Palavra de Deus, não ideologia ou opinião pessoal de quem quer que seja. O texto que vc menciona trata da experiência daquele jovem rico especificamente, ou...

»VEJA MAIS