ongrace.com

> Mensagem de Hoje

01/03/2010 - ALEGRIA E REGOZIJO NA BENIGNIDADE DIVINA

  • Envie por Email
  • Imprimir



ALEGRIA E REGOZIJO NA BENIGNIDADE DIVINA

“Eu me alegrarei e regozijarei na tua benignidade, pois consideraste a minha aflição; conheceste a minha alma nas angústias. E não me entregaste nas mãos do inimigo; puseste os meus pés num lugar espaçoso” (Salmo 31.7,8).

Ao analisarmos esses dois versículos, percebemos que foram escritos como lembrete de que é isso que o Senhor deseja fazer em nossa vida. Não seja tímido, portanto, para clamar por essas bênçãos e, assim, dar a Deus o verdadeiro louvor. Ele quer livrá-lo de qualquer enrascada para que você possa, assim, render-Lhe glória e força.

1. “Eu me alegrarei e regozijarei na tua benignidade”. A complacência do Senhor é uma das causas de não sermos abandonados quando estamos prestes a cair em tentação. Mesmo quando nossos pés estiverem quase resvalando, o Senhor irá nos segurar e amparar. Então, é uma boa coisa louvar a benignidade do nosso Deus. Experimente fazê-lo com esse atributo divino, mas faça com alegria e regozijo!

2. “Consideraste a minha aflição”. O Senhor não desampara os que confiam nEle. Em meio à aflição, quando a alma está saturada com todo tipo de tentação, o Pai celeste considera a aflição e dá o escape. Então, entregue-se ao cuidado divino e reconheça que, em todas as situações, Ele estará ao seu lado para lhe dar a vitória. Deus é o que a Sua Palavra declara. O Altíssimo, ainda hoje, considera a aflição de todo aquele que é dEle. Não se deixe vencer pelo adversário, pois o que ele fala é pura mentira.

3. “Conheceste a minha alma nas angústias”. O servo de Deus pode ter ido longe demais e, agora, ao reconhecer o erro cometido, ele precisará ir a Deus em oração, a fim de confessá-lo e pedir o perdão. Mesmo que esteja tomado pela angústia, o Senhor irá resgatar Seu filho do sofrimento. O Todo-Poderoso não Se esquece de nenhum daqueles que são dEle, mas vê a sua alma no sofrimento.

4. “E não me entregaste nas mãos do inimigo”. Que Deus bom é o nosso! E isso ainda que estejamos “no vermelho”, no erro! Como fez com Davi, no caso de Bate-Seba (2 Sm 11), e da contagem do povo (1 Cr 21.1), Ele não nos entregará ao adversário. Basta arrepender-se e voltar ao primeiro amor para que o Altíssimo aja em seu favor. O Senhor pode estar triste com suas ações, mas jamais o deixará nas mãos do diabo.

5. “Puseste os meus pés num lugar espaçoso”. Os sofrimentos pelos quais passamos são sinal de que não estamos onde o Senhor deseja. Quando aprendemos a cumprir a vontade divina, e não a nossa, descobrimos o quão bom e poderoso é o Senhor. Ele nunca nos negocia com o inimigo nem nos coloca nas mãos dele. Deus é o Pai que Se interessa pelo bem-estar dos Seus filhos.

 Em Cristo, com amor,

 R. R. Soares

 

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

Em um trecho o autor declara com bases biblicas que não devemos confraternizar com pessoas não separadas! gostaria de saber se isso refere-se também á festas de...

É preciso usar o bom-senso! O autor está falando de situações facilmente evitáveis e onde há uma clara conspiração das trevas para nos levar a pecar contra Deus. Não...

»VEJA MAIS